Assédio sexual na missão

Buscando o Espírito, pintura de Greg Olsen.

Buscando o Espírito, pintura de Greg Olsen.

Missionárias de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias vivem uma rotina dura de trabalho e vários desafios nos seus esforços de proselitismo. Uma dificuldade que pode passar despercebida por ser pouco comentada é o assédio sexual.

Uma missionária norte-americana que serviu na Grécia em 1999 relata no blog Feminist Mormon Housewives:

Durante minha missão, homens diziam cantadas enquanto caminhava com minha companheira, comentavam como eu era bonita, diziam que casariam comigo e frequentemente me apalpavam quando eu estava esmagada entre um monte de pessoas no ônibus e de onde não conseguia fugir. Percebi que esse comportamento era bastante típico para a cultura em que servi. Com certeza não experimentei nada que outra mulher não experiente na Grécia. Mas eu não me sentia bem preparada para lidar com esse tipo de comportamento.

Ela conta por que decidiu não relatar a situação ao seu presidente de missão ou outro líder masculino:

Com certeza não queria falar com meus líderes do sexo masculino sobre o assunto. A ideia de que pensassem sobre como um homem tinha agarrado meu traseiro apenas adicionaria mais desconforto à experiência. Não, obrigada.

Missionárias brasileiras ou servindo no Brasil têm sofrido situações dessa natureza?

Deveriam existir conversas sobre isso no Centro de Treinamento Missionário ou em cada missão? Publicações a respeito do tema? Missionários deveriam ser informados sobre esse aspecto da cultura local?

Como missionárias e a Igreja devem lidar com o assédio sexual no campo missionário?

 

 

Igreja nomeia novo historiador assistente

Reid L. Neislon

Reid L. Neislon

A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias nomeou Reid L. Neilson como novo Historiador Assistente. Ele atuará juntamente a Richard E. Turley Jr. O anúncio foi feito na última sexta-feira (23/01). Desde 2010, Neilson é Diretor Administrativo do Departamento de História da Igreja, com sede na cidade de Salt Lake.

Historiador Assistente é um chamado eclesiástico na Igreja sud. Entre os historiadores assistentes mais famosos no passado mórmon estão Orson F. Whitney, Andrew Jenson e B. H. Roberts.

Reid L. Neilson participou da Conferência Brasileira de Estudos Mórmons de 2013, com sua apresentação “A jornada de Andrew Jenson pela América Latina em 1923“.

 

Shopping de Luxo em Salt Lake Sofre Financeiramente

Shopping de luxo em Salt Lake City, construído como um modelo de renovação urbana e alardeado como a salvação para o dilapidado e deteriorado centro da cidade de Lago Salgado a meras 3 quadras do icônico Templo de Lago Salgado, sofre enorme revés financeiro por causa da Igreja Mórmon.

The Gateway Mall

The Gateway Mall

A Igreja SUD investiu bilhões de dólares para construir um shopping center para rivalizar o shopping The Gateway Malls. Situado a uma quadro do Templo Mórmon, o apelidado “shopping Mórmon” City Creek Center fora justificado pela Igreja  Continuar lendo

Como Você Traduziria Ezra Taft Benson?

Presidente Ezra Taft Benson

Presidente Ezra Taft Benson

Em 2015, Mórmons pelo mundo afora estarão estudando os ensinamentos de Ezra Taft Benson, 13o Presidente de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias entre 1985 e 1994.

Durante o ano, aproveitaremos esta oportunidade para relembrar e discutir a interessantíssima e idiossincrática passagem desta marcante figura histórica do Mormonismo, que serviu como Apóstolo entre 1943 e 1985, como Ministro da Agricultura dos Estados Unidos entre 1953 e 1961, e protagonizou as maiores controvérsias na história da liderança Mórmon no século XX.

Antes de entrarmos na celebração deste importante homem, ponderemos talvez seu legado filosófico e teológico mais famoso.

Uma das citações icônicas no Mormonismo associadas a Benson é, ironicamente, anônima. Publicada em uma revista oficial da Igreja como mensagem oficial para Mestres Familiares, ela, não obstante, encapsula tão profunda e sucintamente um dos discursos mais icônicos da carreira apostólica de Benson que é, até hoje, usada para resumir a sua filosofia profética. Ela é, também, uma das mais difíceis de se traduzir. Como qualquer tradutor competente e experiente sabe, uma tradução bem sucedida deve muito mais que transliterar as palavras entre uma língua e outra, mas sim transpassar a totalidade das ideias e dos sentimentos expressado em uma língua para outra. E isso, como bons tradutores admitem, nem sempre é simples, fácil, ou mesmo possível.

Portanto, estamos solicitando uma colaboração coletiva para traduzir esta pérola dos arquivos literários da Igreja SUD: Continuar lendo

Imposição de mãos (femininas)

Imagem: ordainwoen.org

Imagem: ordainwomen.org

Mulheres sud não são mais vistas administrando bênçãos de conforto e saúde por imposição de mãos.  A prática incentivada por Joseph Smith e levada para as Montanhas Rochosas pelas mulheres mórmons, foi defendida e  promovida pela Sociedade de Socorro no final do século XIX, sobrevivendo com respaldo oficial a primeira metade do século XX.

Para Joseph Smith, mulheres poderiam impor as mãos sobre qualquer doente, homem ou mulher. Para aqueles que criticaram a prática, afirmou que havia tanto pecado na imposição de mãos por mulheres quanto em umedecer o rosto de um doente. Presidida por Emma Smith, a Sociedade de Socorro estabelecida em 1842, em Nauvoo, abraçou com devoção a prática. Continuar lendo

VI Conferência Brasileira de Estudos Mórmons acontecerá em fevereiro

kent larsenA VI Conferência Brasileira de Estudos Mórmons acontecerá no próximo dia 07 de fevereiro. A Conferência, promovida pela Associação Brasileira de Estudos Mórmons (ABEM), terá transmissão ao vivo pela internet.

Desde 2010, a esse importante evento anual tem trazido ao público brasileiros apresentações de caráter acadêmico e cultural sobre o mormonismo.

Divulgaremos em breve maiores informações.

Como o camelo passou pela agulha?

charge

Arte: Florêncio Batista.

Quanto Ganha um Apóstolo Mórmon? é um dos mais populares artigos deste site. Escrito por  Marcello Jun há mais de dois anos, o texto continua sendo um dos mais lidos, mais comentados e que geram mais xingamentos por parte dos leitores.

As reações ao post são as mais diversas. Uns encaram-no como uma difamação; outros parecem comprar a ideia do autor, mostrando-se entristecidos com a suposta abastada ajuda de custo que as Autoridades Gerais recebem.

Porém, não poucos leitores têm demonstrado uma percepção interessantíssima, argumentando, ao seu modo, o que pode ser condensado na seguinte ideia:

Por mais alto que seja o padrão de vida que a Igreja proporciona às suas Autoridades Gerais e Presidentes de Missão, ainda é inferior ao padrão que essas pessoas possuíam antes de ocupar esses cargos.

Hoje, cristãos espalhados por todo o globo parecem fazer uma forte ligação entre progresso espiritual e condição financeira privilegiada, seja nas noções de nossos leitores (mórmons em sua maioria), ou em formas mais exacerbada, como a Teologia da Prosperidade dos neopentecostais. Continuar lendo

Ensaios disponíveis em português

gospel topics landing page-2Depois de mais de um ano de espera, foram publicados em língua portuguesa os ensaios do site lds.org. Eles podem ser encontrados neste link.

Os ensaios estão em uma seção do site intitulada Tópicos do Evangelho e incluem O Livro de Mórmon e Estudos de DNAA Tradução do Livro de MórmonA Paz e a Violência entre os Membros da Igreja no Século XIXAs Etnias e o SacerdócioO Casamento Plural em A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, e As Etnias e o Sacerdócio, entre outros.

Além do português, os ensaios também foram traduzidos para o alemão, francês, italiano, e espanhol.

A novidades nos foi relatada hoje (29/12) pelo nosso leitor Orwell.

Campanha “Sou Mórmon” Analisada

Entre 2011 e 2014, a Igreja SUD conduziu uma campanha publicitária multi-milionária para passar uma imagem ao público de uma religião heterogênea:

Iniciada em 2011 nos EUA e Austrália e recentemente levada também para o Reino Unido e Irlanda, a campanha procura mostrar membros de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias como pessoas normais, com suas diferentes origens, profissões e estilos de vida. Diversidade é um conceito essencial da campanha. No site, pode-se buscar perfis até por etnia e religião anterior. Os vídeos evitam capelas ou homens de camisa branca e gravata. Ambientes e pessoas são alegres e informais. Dos cinco vídeos brasileiros, quatro mostram algum momento de superação. O empresário que pratica surf fala de como superou a morte do pai. A professora e coreógrafa superou a falta do amor de seu pai alcoólatra. O policial militar que ama dança gaúcha e luta contra o câncer. O ator e dublador e uma fratura exposta.

Pesquisadora da Universidade de Zurique, Marie-Therese Mader apresentou um estudo acadêmico no último congresso da Academia Americana de Religião onde ela examina o contexto e o subtexto desta campanha publicitária, e o que ela pode sugerir sobre a realidade comunitária da Igreja SUD, a percepção que a Igreja (ou sua liderança) tem de si mesma, e a percepção que a Igreja (ou sua liderança) deseja passar tanto para os próprios membros da Igreja e para os não-membros. Continuar lendo

Cadê a tradução?

Um ano depois, ensaios históricos do site lds.org permanecem sem tradução

translation2Há muitos problemas de tradução na Igreja sud. Mas um tem se destacado gravemente: a política de não traduzir.

No final de 2013, o site lds.org inicou a publicação de ensaios em língua inglesa acerca de tópicos de natureza histórica e doutrinária, recebendo bastante atenção nas discussões online sobre mormonismo. Os ensaios não foram anunciados em Conferência Geral, promovidos na Liahona e Ensign e sequer receberam destaque no próprio site. De fato, é até mesmo difícil localizá-los.

Em que pesem os problemas, penso que a iniciativa apontou para uma maior abertura da Igreja sud em lidar com seu passado, uma vez que tem abordado temas controversos como violência entre mórmons no séc. XIX,  a historicidade do Livro de Abraão e os quatro ensaios relacionados ao casamento plural , incluindo a prática em Kirtland e Nauvoo, entre pioneiros em Utah  e seu fim oficial com o Manifesto.

Senti uma satisfação especial ao ler o ensaio intitulado “Raça e sacerdócio“, ao ver informações que a Igreja admitia pela primeira vez a respeito de um tema tão doloroso quanto relevante para o mormonismo no Brasil. Infelizmente, minha resenha publicada aqui há um ano permanece como a única fonte em língua portuguesa para tais informações. Continuar lendo

Introdução ao Mormonismo

Como você explicaria o Mormonismo em 5 respostas sucintas?

 

Faltou a pergunta “o que Mórmons pensam sobre tatuagem”!

Recebemos um email de um leitor que se denomina “seminarista cristão” solicitando ajuda para completar “um trabalho” sobre a “religião” Mórmon. Então, ele submeteu uma lista com 5 perguntas surpreendemente básicas e simples sobre o Mormonismo, e aí vimos uma excelente oportunidade para um pouco de crowdsourcing, ou esforço colaborativo. Estamos, assim, copiando abaixo a lista de perguntas e pedimos para que vocês anotem, na seção de comentários, uma resposta sucinta para cada uma delas, como se estivessem respondendo a alguém que lhes fizera estas perguntas pessoalmente.

 

Além de ajudarmos o colega “seminarista cristão” com o seu “trabalho”, será interessante observar como as respostas diferirão uma das outras.  Religião, como a maioria das expressões culturais, é assunto muito pessoal e sujeito a interpretações e a viés idiosincráticos. Mormonismo, portanto, não sendo peculiarmente diferente nesse aspecto, comporta uma multiplicidade e diversidade de opiniões, percepções, e experiências que é ao mesmo tempo rica e curiosa.

 

Eis as perguntas. Expliquem o seu Mormonismo para alguém que não sabe absolutamente nada sobre o assunto. Lembrem-se de manter suas respostas sintéticas.

 

Continuar lendo

Espionagem na BYU?

Sign_0409-30_0616Dois professores da Universidade Brigham Young (BYU) encontraram em uma sala de aula, no início deste mês, um gravador eletrônico ativado por voz. O dispositivo estava escondido, afixado com velcro ao assento de uma cadeira. A descoberta aconteceu no prédio Joseph Smith, onde são ministradas a maioria das aulas de religião. Eles posteriormente encontraram outras cadeiras também com velcro na parte posterior do assento.¹

Uma investigação interna foi iniciada para apurar os responsáveis e sua motivação, bem como a legalidade das gravações. Pela legislação de Utah, para que uma gravação seja legal bastaria que uma pessoa na sala de aula estivesse ciente. Carri Jenkins, porta-voz da universidade, afirma que as gravações não foram feitas pela administração da BYU. Continuar lendo

Mormonismo e Migrações

A Religião Como Rede de Segurança dos Processos Migratórios Transatlânticos

Texto de Eliott Mourier¹

Passaporte_MercosulNo contexto atual que muitos qualificam como sendo um “retorno do religioso” ou “dessecularização”, os pesquisadores em ciências sociais já não podem ignorar a dimensão religiosa chave em nossas sociedades modernas. Longe de desaparecer, o religioso voltou a ter um lugar chave na hierarquia dos fatores explicativos do fato social observável em nossas sociedades.

Essa constatação se verifica particularmente nos últimos trabalhos sobre migrações  transnacionais. Antigamente, a maioria desses focava quase que exclusivamente nos fatores econômicos e sociais do fenômeno migratório. Porém, constatamos que nos últimos anos, o fator religioso, mesmo submetido a distintos processos de globalização e pluralização, tem uma importância crescente no estudo dos processos migratórios transnacionais (Hagan & Ebaugh 2003, Peggy Levitt 2003).

De forma recíproca, um número crescente de organizações religiosas transnacionais têm se interessado pelos fenômenos migratórios, incluindo-os em seus respectivos discursos e programas (Odgers & Ruiz 2009).

Assim, por exemplo, o Papa Bento XVI declarava em 25 de dezembro de 2010 que “frente ao êxodo dos que migram de suas terras e que são empurrados pela fome, pela intolerância ou pela degradação do meio ambiente, a Igreja é uma presença que promove a acolhida”.

Além desse tipo de manifestação profética, muitas denominações participam de modo bastante concreto nas diferentes etapas da migração de seus fieis. Tais etapas são identificadas como: (1) a preparação da viagem; (2) viagem; (3) chegada; (4) instalação; (5) desenvolvimento de redes transnacionais. Às vezes também se inclui o retorno ao país de origem. Continuar lendo

Enquete: ordenação de mulheres

Kate Kelly apelará à Primeira Presidência

Imagem: Katrina Barker Anderson

Imagem: Katrina Barker Anderson

Feminista excomungada por defender ordenação de mulheres ao sacerdócio apelará à liderança máxima da Igreja sud

Líderes sud no estado americano da Virgínia negaram o apelo feito por Kate Kelly para rever sua excomunhão, realizada por um bispado em junho deste ano.  Seu ex-presidente de estaca, em carta do último dia 30 de outubro, afirma que a ativista poderá recorrer à Primeira Presidência, explicando o que houver considerado injusto no processo de excomunhão.

Kelly afirmou não estar surpresa com a decisão, uma vez que o presidente de estaca foi quem teria iniciado o processo de excomunhão. Ela declarou que irá apelar à Primeira Presidência da Igreja e que seu processo disciplinar machucou “milhares de mulheres”.