Um curso de estudos mórmons na Internet?

Quando recebi um iPhone como presente de Natal no ano passado, comecei a explorar os aplicativos e outros itens disponíveis no iPhone e me deparei com o iTunesU—a plataforma de Apple para cursos acadêmicos. Este atualmente hospeda milhares de “cursos”, todos disponíveis gratuitamente. [Infelizmente, desde que cursos da iTunesU são apenas arquivos de vídeo ou de áudio de palestras, eles não são cursos completos.] A Apple não é a única plataforma. Talvez mais conhecido é o projeto Open Courseware do MIT, que inclui 2.100 cursos (cursos completos), também tudo de graça. Existem muitos outros também.

Mas eu não consigo encontrar entre todos esses cursos uma das minhas principais áreas de interesse: o mormonismo. Parece que ninguém tem feito cursos sobre o mormonismo.

Eu achei um curso no catálogo da Apple iTunesU (junto com cursos de teatro sobre o musical Book of Mormon!) que incluiu o mormonismo em sua descrição—era uma palestra do historiador SUD Richard Bushman dada durante uma série de palestras na Claremont Graduate University, mas fora isso, o mormonismo é completamente ignorado em cursos online.

Suponho que isso não é muito surpreendente, dado que o mormonismo não atrai muitos cursos mesmo nas universidades com muitos estudantes mórmons. Mas em outro sentido, o mormonismo parece um tema perfeito para algum tipo de curso online: É de apelo limitado em qualquer área geográfica, mas poderia atrair alunos suficientes na Internet para justificar um curso, pelo menos em inglês (mas talvez também em português). Além disso, nada sobre o assunto requer sofisticados programas de computador ou recursos difíceis de encontrar que fariam um curso mais fácil para administrar em pessoa.

É claro que olhei também no catálogo da BYU de Independent Studies (Estudos Independentes), mas o número de cursos é decepcionante em comparação com o catálogo do MIT (para não falar do fato de que esses cursos custam até US $ 500). E os cursos sobre o mormonismo no catálogo estão limitados aos do departamento de estudos religiosos—por isso são basicamente os mesmos cursos disponíveis em seu instituto local.

Eu sei que os cursos do instituto da Igreja ofereçam algo básico. Mas esses cursos são destinados a fortalecer a fé, e não comunicar a cultura e muito menos comunicar ideias acadêmicas. Para a maioria dos membros os cursos do instituto bastam, mas há alguns que querem pesquisar de forma mais profunda e abrangente nos estudos mórmons. E até membros comuns poderiam beneficiar de tais cursos—eu acho que seria muito mais fácil para os mórmons entender a sua herança se cursos de estudos mórmons estivessem disponíveis.

Eu não sei se as várias plataformas para cursos online são abertas e simples, mas iTunesU da Apple parece ser bastante aberto – não apenas universidades, mas também outras organizações acadêmicas e quase acadêmicas também colocam os seus cursos e palestras em sua plataforma. Se o “curso” é apenas uma série de palestras gravadas como aqueles em iTunesU, deve ser relativamente barato montar—dado que suficientes “especialistas” poderiam oferecer seu tempo para o projeto.

Então, o que você acha? Seria uma boa ideia montar cursos de estudos mórmons em português? Ou precisamos desenvolver o público para tais cursos?

7 comentários sobre “Um curso de estudos mórmons na Internet?

    • Claro que pode! Por que não? Muito depende do atitude da pessoa, mas creio que com um atitude bastante humilde, pode. Se a Igreja compõe a verdade, então não tem discordância entre a busca da verdade dentro da Igreja e a busca da verdade por meios acadêmicos. A busca da verdade é única.

  1. Acho a ideia excelente, Kent. Parece haver um público potencial. Assim como no debate sobre a escassez de livros, não podemos esperar que haja um público já pronto para então algo que ainda não existe passar a existir.

    Existe a plataforma gratuita Moodle – https://moodle.org/

    Que cursos ou disciplinas seriam interessantes ou necessárias na sua opinião? Eu, por ex., acredito que um curso sobre possíveis precursores da restauração seria importante (revivalismo, Seekers, etc).

    • Boa pergunta.

      Acho melhor começar com cursos introdutórias. Talvez um curso sobre a história da Igreja, mas de uma perspectiva acadêmica. Assim falaria não só dos precursores da restauração, mas tb do ambiente da Igreja através de sua história.

      Mais interessante seria um curso sobre a história da Igreja no Brasil — o problema é que falta texto no momento (a dissertação de Mark Grover é a única história escrita, mas ela nem chega à 1978). Ou, se a história da Igreja no Brasil não dá, talvez a história da Igreja na América Latina.

      Uma maneira de conseguir um curso, é para dedicar uma sessão da conferência da ABEM para fazer parte do curso. Assim depois de alguns anos poderemos juntar um curso. Não sei se assim possamos conseguir algo de valor, mas podemos pensar desta maneira…

Deixe um comentário abaixo:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s