Proselitismo digital

Sisters_iPadMais de 32 mil missionários usarão iPads Mini até 2015, segundo planos da Igreja sud. Em missões nos EUA, Canadá, Japão e Europa ocidental, missionários irão adquirir seus próprios dispositivos pré-configurados no valor de US$ 400 (cerca de R$ 887,56 pelo câmbio de hoje). O anúncio foi feito no início do mês de julho. Os iPads servirão para estudo pessoal, planejamento e proselitismo online. A Igreja vem relaxando as regras para o uso da internet pelos missionários e inclusive promovendo em algumas regiões o uso do Facebook para encontrar membros em potencial. Desde a redução da idade para o serviço missionário, o número de jovens missionários vem aumentando, ainda que não haja um aumento substancial no número de conversões. 

Está havendo proselitismo online nas missões sud brasileiras?

Como outras religiões têm utilizado a internet para proselitismo?

Você acredita que as missões brasileiras adotarão o iPad num futuro próximo?

 

 

Sobre estes anúncios

16 comentários sobre “Proselitismo digital

  1. Já vi missões criando páginas no Facebook e os missionários são encorajadas a deixarem suas próprias contas sob cuidados de parentes ou amigos da igreja de confiança (que irão postar notícias e fotos destes missionários, além de aceitar os pedidos de amizade dessas pessoas que conhecerem na missão). Nada oficial, pelo que sei, mas é algo cada vez mais corrente.

    Quanto aos tablets, achava que a Igreja iria ‘dar’ esses equipamentos, mesmo na fase de testes, mas pelo que vejo não vai ser assim, pelo menos nãoo por agora.

    O que sei é que os funcionários da igreja, e aqui me refiro aos setentas, presidentes de missão, líderes de tempo integral do SEI, e similares, no Brasil, receberam ordem de comprar tablets em substituição aos seus notebooks ou laptops (já defasados em 5 anos em média), mas a Associação irá reembolsá-los após essa compra.

    No que toca a pregar o evangelho por meio digital, não sei se isso pega por aqui, pois não somos um povo acostumado a usar a internet para coisas mais sérias como trabalho, estudos ou aprendizado… mas é só um achismo de observador, quem sabe no futuro, já que internet (ser popular, de boa qualidade e acessível) é ainda uma coisa muito nova em nossas terras.

  2. Sem dúvida, este é um grande avanço em relação ao método de proselitismo em nossa religião. De fato será um recurso maravilhoso nas mãos de nossos jovens. Mas um ponto que talvez mereça destaque seria, a questão da necessidade de melhor preparação destes jovens. De maneira geral, muito dos problemas relacionados a retenção de conversos na igreja deve-se a uma capacidade deficitária de muitos desses jovens ministrarem suas lições ou interagirem com pesquisadores. Recursos tecnológicos ajudam, mas não farão o que somente o espirito humano pode fazer.

  3. Sem dúvida esse é o futuro da Obra Missionária, a Igreja vem investindo pesado nas mídias sociais em suas páginas e sites, contudo acredito (que como sempre) o Brasil ficará para trás, apesar de não haver distinção para a Igreja e para o Senhor, países emergentes como o nosso, não conseguirão acompanhar a todo vapor outros países como os da Europa e Ásia, mesmo por que a Obra Missionária é diferente nos vários países onde a Igreja está estabelecida, ela se molda a cultura e interesses locais.

  4. Não compreendi direito o que seria proselitismo online. Como será usado? Proselitismo Online sugere, por acaso, ensino à distância, de alguma forma? Ou o equipamento será usado para substituir livretos, figuras em papel, etc, otimizando o trabalho já existente? Se alguem souber, gostaria que pudesse me esclarecer para que eu possa emitir opinião. Eu infelizmente tenho visto missionários conectados demais. Mais preocupados em tirar fotos para o facebook do que em ensinar, seguindo a atual tendência entre os jovens, que preferem tirar fotos a viver de verdade. Penso que mais prejudica do que ajuda o trabalho, são muitas distrações para rapazes e moças muito jovens. Fica cada vez mais complicado se concentrar no ensino do Evangelho. Mesmo assim, é uma opinião inicial, é “a primeira impressão”. Se alguém souber mais e puder elucidar, agradeço. Lembrando que este tema muito me interessa, não demora e terei um missionário em campo.

  5. Boa noie

    Acredito que isso será uma ferramenta maravilhosa, sem dúvida nenhuma.Porém a grande preocupação é:Será mesmo que estes jovens irão usar de maneira adequada estes tablets?Com um mundo cheio de tentaçães, ainda mais no que se refere ao uso da internet, não seria isso um perigo para estes missionários em campo?
    Ponderem

  6. Suzana você ta na contra mão,problemas vão existir para serem resolvidos com a implantação da tecnologia na obra missionaria.

    • Pois é, cazza, eu gostaria de ser esclarecida então, por favor, de que maneira isso vai ajudar a obra missionária e como será usado. Foi o que pedi no comentário, para que, se eu estiver errada, alguém que ja conheça como será usado possa me esclarecer. Agradeço.

  7. Acho que existe uma diferenca entre pregar o evangelho de Jesus Cristo e fazer propaganda da Igreja. Pregar o Evangelho a moda dos Nefitas seria declarar a palavra ousadamente pelo poder do Espirito e com amor e caridade para com todos. Fazer propaganda do evangelho ou da Igreja e o mesmo que as grandes empresas como Nike, Apple, McDonalds etc.. fazem para manter sua marca na mente das pessoas. A maneira correta de pregar o evangelho como registrado no Livro de Mormon: Arrepende se, ora ao Pai em nome de Cristo, recebe remissao dos pecados, tem o desejo de compartilhar com os outros, recebe direcao atraves do espirito onde ir e como ir, ensina sem medo arriscando a propia vida, motivacao principal de converter as pessoas a Cristo, opera milagres etc.. Maneira de pregar o evangelho dos gentios: Planeja ir em missao, se torna popular na Igreja, recebe um chamado sistematico gerado por um sistema logistico, vai para um centro de treinamento para receber mais instrucoes sistematicamente, recebe uma serie de regras, motivacao principal ( voltar e achar uma namorada e ser aceito pelos pais e membros locais) raramente segue o Espirito, o Presidente da missao se torna sua fonte principal de orientacao, milagres sao extremamente raros, o principal objetivo e simplesmente batizar e abandonar etc… Talvez eu tenha sido um pouco dramatico ou exagerado mas da pra entender mais ou menos.

    • Não, você não foi dramático. Você apenas separou a Obra Missionária em Moderna e Antiga. A Antiga está ao alcance de todos os missionários, estão nas escrituras, e ainda há muitos milagres e histórias espirituais a serem contadas por missionários que pregam o Evangelho conforme ensinado nas escrituras, a parte moderna – e grande parte das vezes- burocrática, é a Ordem em que as coisas devem ser feitas na verdadeira Igreja de Jesus Cristo.

      Em tempo, recordei-me desta passagem do Livro de Mórmon 9: 19-20
      “E se foram feitos naquele tempo, por que deixou Deus de ser um Deus de milagres, sendo contudo um Ser imutável? E eis que vos digo que ele não muda; se mudasse, deixaria de ser Deus; e não deixa de ser Deus e é um Deus de milagres.
      E o motivo pelo qual cessa de fazer amilagres entre os filhos dos homens é que eles degeneram na incredulidade, abandonam o caminho reto e desconhecem o Deus em quem deveriam confiar.”

      • Talvez essa seja a resposta que estamos degenerando na incredulidade e cada vez mais dependendo de nossa propia forca, dependendo cada vez mais de technologia. Meu ponto principal foi em comparar a maneira correta de pregar o evangelho, como esta registrado nas escrituras e como nos no mundo moderno fazemos. Creio que muitos missionarios tem o desejo de servir o Senhor mas por causa de regras, burocracia e a cultura de seguir os homens e nao o Espirito, a obra acaba sendo apenas uma propaganda da Igreja. Na minha missao eu sentia muito forte o desejo de ir por todo lado e compartilhar a mensagem do Evangelho ou simplesmente ajudar as pessoas, eu era considerado um rebelde pelos lideres, nas conferencias de missao so se falava em batizar, havia competicao e os missionarios que mais batizavam se tornavam assistentes do Presidente e recebiam outras mordomias, nada se falava da necessidade dos recem conversos e em pouco tempo a maioria deles se tornavam inativos, seria isso realmente cuidar da vinha? Precisamos de missionarios que preguem a palavra e demonstrem o amor de Cristo, na verdade nem precisam ir para missao, segundo as escrituras, incluindo Doutrina e Convenios, apenas ter o sincero desejo de servir e ensinar ja e o suficiente para qualificar lo para o trabalho.

  8. Poxa Fabio, parece até que você serviu na missão João Pessoa… (minha missão) pois lá era justamente assim… Infelizmente.

    Porém eu acredito que o Senhor e a Igreja esperam que o Evangelho seja pregado conforme direcionado nas escrituras, este foi um dos principais motivos da mudança do “Guia Missionário” para o Manual “Pregar Meu Evangelho”.

    Em relação ao passado, a Obra Missionária já evoluiu muito, saindo de palestras mecanicamente memorizadas para mensagens espirituais onde as necessidades do pesquisador precisam ser discernidas pelo missionário por intermédio do Espírito, pelas escrituras ele pode determinar a melhor forma de ajudar a alma a se converter ou ser consolada.

    É claro que isso seria o ideal, mas a situação real é diferente em algumas missões, tanto missionários quanto presidentes parecem que só começam a compreender o sagrado propósito da Obra Missionária, quando sua missão chega ao fim, acho que foi assim comigo e acredito que é assim até hoje.

  9. Esta forma com o uso da tecnologia será maravilhoso, os missionários poderão mostrar videos e gravuras aos pesquisadores, terão acesso as conferência gerais, poderão ensinar os pesquisadores e menos ativos a fazerem genealogia, e a usar todos os recursos disponíveis nos sites oficiais da igreja, poderão responder perguntas que não souberem buscando pelo site as palavras chaves, terão acesso a lista de membros e do mapa da área da unidade para saber onde mora cada membro e como chegar até lá. Enfim, será um “flip” enriquecido de informações tudo para acelerar a obra do Senhor. E muitos outros recursos que não alistei.

Deixe um comentário abaixo:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s