Solução do século XIX

joanna-brooks-newExcomunhão é uma solução mórmon do século XIX para problemas mórmons do século XXI.

 - Joanna Brooks. The real Mormon moment is now. 20 de junho de 2014.

 

10 comentários sobre “Solução do século XIX

  1. Excomunhão é escriturístico, ensinada por profetas antigos e modernos, ensinada pelo próprio Salvador, opinião ridícula e mal pensada.

  2. A excomunhão e uma forma autoritária de se “livrar do problema,” ao invés de solucioná-lo. A excomunhão é contrária à liberdade individual, bem como a tua resposta, Adriano. A opinião dela é a opinião dela. A tua resposta agressiva, sim, deve ter sido super bem pensada.

    • “A excomunhão é contrária à liberdade individual”
      De que forma?!

      A Excomunhão faz parte da doutrina do Evangelho e você precisa aprender mais a respeito dela, pois não é apenas castigo e punição e sim uma demonstração de AMOR para que o transgressor se arrependa e encontre o caminho de volta (pois ele existe e está aberto para todos) deixo aqui as palavras de Cristo em resposta ao profeta Alma, que tinha dúvidas de como proceder com os transgressores dentro da Igreja. Mosias 26:

      29 Digo-te, portanto: Vai; e o que transgredir contra mim, julgarás de acordo com os pecados que houver cometido; e se confessar seus pecados diante de ti e de mim e arrepender-se com sinceridade de coração, tu o perdoarás e eu também o perdoarei.

      30 Sim, e tantas vezes quantas o meu povo se arrepender, perdoá-lo-ei de suas ofensas contra mim.

      31 E também vos perdoareis uns aos outros vossas ofensas, pois em verdade vos digo que aquele que não perdoar as ofensas de seu próximo, quando este se confessar arrependido, trará sobre si condenação.

      32 Digo-te agora: Vai; e aquele que não se arrepender de seus pecados não será contado com o meu povo; e isto será observado de agora em diante.

      Com certeza “a opinião dela é dela” como você disse, e defendo e apóio o direito de cada membro e ser humano ter uma opinião, mas também tenho direito de discordar da opinião de quem eu quiser, e repito: foi uma “opinião ridícula e mal pensada.”

      • Adriano, com certeza, reconheço que tenho muitíssimo a aprender, mas não será através do seu ensinamento. A opinião dela não é ridícula, é somente diferente da sua. Você repita a sua ignorância quantas vezes você quiser. Não esqueça que não seremos nós a julgar uns aos outros. Se você acha que está certo, continua assim. Um grande abraço. ;-)

    • Não existe opinião contraria a de Deus ou você segue ou não segue , e acho mais se uma religião não aceita o que você acredita parte para outra e resolve tudo depois com Deus no ultimo dia. Já era.

      • Alexandre, acho que “você segue ou não segue” é retrógrado e autoritário. Se as coisas não fossem tão assim, teríamos bem mais pessoas interessadas em conhecer o Evangelho. Bem menos membros inativos, membros que optaram por seguir outros caminhos, e ainda, os que não saíram, mas pensam na possibilidade, devido à essa cristalização do conhecimento entre outras coisas piores. Fofocas, invasão de privacidade e ajuda excessiva sem ao menos ser solicitada. Essas coisas não têm relação nenhuma com Deus, mas com a nossa imperfeição, falta de sensibilidade noção e por que não falta da companhia do Espírito. Já era.

  3. Aqui é um ótimo lugar para ser visitado pelos membros SUD,aqui fica facil descobrir o trigo do joio,aqui todo mundo se revela na sua forma mas íntima e assustadora.

    • Pois é, tudo depende da forma que interpretamos todas as coisas, o mundo. O íntimo e assustador para você, para mim é só a forma como todos realmente somos. Para mim isso não é ruim. Ruim é fingir ser o que não somos, ficar sondando inventando histórinhas para saber algo,ao invés de sermos diretos não subestimando as pessoas. Achar que temos o poder da adivinhação com base em meias histórias. Afinal, não temos um compromisso com a verdade? Qual é o problema então? Acho interessante esse jeito de alguns se expressarem. “Aqui ótimo lugar para ser visitado pelos SUD, aqui fica fácil descobrir o trigo do joio.” Mas por quê razão esse jeito, essa tentativa de supervisionar e intimidar a todo tempo? É notável e coercitivo, portanto, desprezível a meu ver.

  4. Atualmente estamos pensando demais sobre o que achamos certo ou errado e estamos esquecendo de querer saber o que Deus tem a nós ensinar sobre certo ou errado, estamos esquecendo do principio da revelação, estamos nos afastando de sermos aconselhados por Deus e nos tornando nossos próprios conselheiros, estamos esquecendo do principio que fundamenta e legítima o surgimento da restauração Desta Igreja que é Tiago 1: 5 a saber : ” Se algum de vós tem falta de sabedoria peça a Deus que não lança em rosto e a todos dá liberalmente. Peça porém com fé em nada duvidando… , isto não esta simplesmente acontecendo com membros ditos comuns, mas também com aqueles que ocupam cargos de responsabilidades e liderança como bispos presidentes de estacas e talvez possivelmente, tenho minhas dúvidas, com setentas. Estamos ensinado o nosso saber e se esquecendo de ser ensinados por Deus, Jesus Cristo e o Espirito Santo.
    Sei de conhecimento de caso em que bispos e presidentes de estacas administram em causa própria e dão cargos que eles consideram de maior status social a seus peixinhos e preferidos e fazem represarias a outros devido a preconceito.
    É lamentável.

Deixe um comentário abaixo:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s