Quanto Ganha um Apóstolo Mórmon?

Primeira Presidência

Henry Eyring tenta ler o extrato bancário de Thomas Monson. Ele também quer saber…

Quanto Ganha um Apóstolo Mórmon?

A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Santos dos Últimos Dias se orgulha de depender de um clero exclusivamente voluntário, não profissional e não remunerado.

Embora isso seja verdade em âmbito local e regional, onde as funções eclesiásticas são preenchidas por líderes voluntários, a estrutura administrativa da Igreja depende de um exército de profissionais e a liderança máxima da Igreja constitui claramente um clero remunerado.

Pergunte a qualquer Mórmon (i.e., SUD ou membro da Igreja), e ele invariavelmente rechaçará a afirmação de que o clero máximo da Igreja seja profissional e remunerado porque eles recebem apenas uma “ajuda de custo” para manter-se (afinal, ninguém se mantém com apenas 5 pães e 2 peixes por um ano inteiro). E este Mórmon não estaria errado, visto que essa é a posição oficial da Igreja, que afirma não pagar salários a seus líderes religiosos mas apenas “ajudas de custo”.

Será, contudo, essa afirmação uma explicação realmente adequada? Em realidade, quanto recebe da Igreja o Presidente da Igreja? Os Conselheiros da Primeira Presidência? Os Apóstolos? Os Setenta nas Presidência dos Setenta? Os Setenta do Primeiro Quórum?

Por enquanto, eu acredito que seja impossível de responder essas perguntas porque a Igreja não divulga essa informação, nem nenhuma informação da qual se poderia estimar os salários as ajudas de custo. Estes dados financeiros são secretos sagrados!

Não obstante, eu recebi recentemente uma peça de informação que pode ajudar a oferecer um insight, ou uma percepção, mais apropriada de como a Igreja aborda essas questões.

Vazou recentemente para o público um manual oficial da Igreja que é secreto sagrado: o Manual Para Presidentes de Missão (edição 2006)! [1]

Neste manual, o apêndice B lida com questões financeiras, e elucida como a Igreja cuida dos vários presidentes de missão espalhados pelo mundo.

Missionários Mórmons voluntários são sustentados pelas próprias famílias ou congregações.

Missionários Mórmons voluntários são sustentados pelas próprias famílias ou congregações. Já seus presidentes…

Para quem não esta familiarizado, a Igreja mantém um sistema voluntário de missionários jovens que viajam para diferentes partes do mundo e realizam proselitismo por 2 anos. Estes jovens não recebem salários e devem pagar do próprio bolso pelos custos de seu serviço missionário, embora as comunidades locais podem ajudar a financiar os jovens que não possuem tais recursos.

Para cada grupo de 180-240 jovens, um adulto é convocado para lidera-los por 3 anos, chamado de Presidente de Missão. Teoricamente, este também é um serviço voluntário e não assalariado.

Contudo, o manual oficial da Igreja para esses presidentes de Missão estabelece que, apesar da Igreja não lhes pagar salários, e de esperar que eles se mantenham com seus próprios fundos, ela oferece algumas “ajudas de custo”.

Por exemplo, a Igreja oferece reembolso total para as seguintes despesas familiares do Presidente de Missão, enquanto serve voluntariamente sem salários por 3 anos:

  1. Convênio Médico e Odontológico para toda a família, além da quaisquer custos médicos adicionais necessários (exceto cirurgia cosmética);
  2. Aluguel;
  3. Contas de luz, telefone, internet, gás, lavanderia e supermercado;
  4. Um carro oficial para o Presidente, com combustível e manutenção;
  5. Um carro extra-oficial para a esposa do Presidente, com combustível e manutenção;
  6. Roupas para a família;
  7. “Atividades familiares” (não especificado o que possa excluir dessa categoria);
  8. Contas de telefone de longa distância (para familiares que não vieram para a missão);
  9. Passagens de ida e volta para filhos com menos de 26 anos, que não vieram para missão mas desejam visitar seus pais;
  10. Presentes “modestos” de Natal e aniversários para familiares;
  11. Custos para filhos servindo missão de tempo integral;
  12. Escola para filhos em idade escolar (5-18 anos) incluindo materiais escolares, uniformes, transporte escolar, matrículas, etc.;
  13. Atividades extra-curriculares para filhos em idade escolar, como aulas de música, esportes, balé, etc.;
  14. Faculdade para filhos em cursos de graduação, com o limite determinado pelos preços (maiores?) da BYU, com opção de bolsa integral para a BYU;
  15. Empregada doméstica (20 horas/semana);
  16. Jardineiro, se necessário;
  17. Isenção de impostos e isenção de Dízimo.
Será que a Igreja reembolsaria calças para as mulheres, ou apenas saias?

Será que a Igreja reembolsa calças para as mulheres, ou apenas saias?

Técnicamente, nada disso constitui um salário. Nenhum dinheiro excedente resulta dessa “ajuda de custo”, nada disso é contribuível para um fundo de aposentadoria, nada disso é tributável como imposto de renda, e nenhum valor pode ser economizado para o futuro ou investido para ganhos.

Não obstante, tampouco se pode afirmar que os custos da Igreja não sejam consideráveis, ou que isso representa muito mais do que qualquer salário ganho pela maioria dos membros da Igreja. Posto d’outra maneira, eu conheço poucos membros da Igreja que não trocariam seus salários por essas “ajudas de custos”.

Outro dado interessante do manual é a preocupação com evitar impostos e evitar divulgação das finanças da Igreja:

Para evitar que se levantem questões desnecessárias sobre impostos, por favor siga estas instruções cuidadosamente: 1) Nunca compartilhe informações sobre os fundos que você recebe da Igreja com seus contadores ou brokers… 2) Nunca sugira, de qualquer modo, que você é remunerado por seus serviços [à Igreja], 3) Caso seja obrigado a preencher informações de Imposto de Renda, jamais mencione quaisquer valores recebidos da Igreja…

Além disso, a natureza secreta sagrada destes fundos é reforçada de maneira inequivoca:

Os valores dos reembolsos devem ser mantidos em confidência estrita, e nunca discutidos com missionários, outros presidentes de missão, amigos ou familiares.

Autoridades Gerais

Tal e qual os Presidentes de Missão, as Autoridades Gerais tampouco recebem salários propriamente ditos. Porém, diferentemente daqueles, estes tem um chamado vitalício e continuam recebendo tais “ajudas de custos” pro resto da vida.

Além disso, sabemos que os Apóstolos recebem remunerações por servir em Conselhos Diretores das inúmeras empresas de fins lucrativos da Igreja, como a Deseret Management Corp. (receitas anuais de USD 1,2 bilhões), a AgReserves, a Hawaii Reserves, a Polynesian Cultural Center (receita de USD 59 milhões para 2010, e cujo presidente recebe salário de USD 300.000 anuais), a Ensign Peak Advisors (empresa de fundo de investimentos que movimenta bilhões de dólares ao ano), a Beneficial Life Insurance (empresa de seguros de vida com mais de USD 3 bilhões em fundos), a Intellectual Reserve, a Deseret Trust Co., etc. [2][3]

Estrutura Organizacional da Corporação do Presidente da Igreja (Fonte: Businessweek)

Estrutura Organizacional da Corporação do Presidente da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias (Fonte: Businessweek)

Todas estas empresas multi-bilionárias ficam sob o controle imediato da Corporação do Presidente da Igreja, que por sua parte distribui controle destas para os demais Apóstolos e Bispos Presidentes, e ações e participações destas para as demais Autoridades Gerais. Grande parte, se não quase totalidade, das finanças, lucros, solvências, investimentos, e pagamentos destas empresas não estão abertas ao escrutínio público por decisão deliberada da Igreja (i.e., do Presidente da Igreja), então conhecimento preciso destes dados financeiros é praticamente impossível. Estimativas baseadas em alguns poucos fatores conhecidos (propriedade e localização de terras, imobiliário, volume de transações e vendas/acquisições, etc.) podem ser comparados com empresas similares cujas finanças são transparentes, e suposições lógicas são calculadas.

Milionário Mitt Romney usa a Igreja para burlar o Fisco e acaba pagando mais em Dízimo que em impostos...

Milionário Mitt Romney usa a Igreja para burlar o Fisco e acaba pagando mais em Dízimo para a Igreja do que em impostos de renda ao Governo…

Pelas leis Americanas, de acordo com o Antropólogo SUD e ex-funcionário corporativo da Igreja Daymon Smith, a Igreja pode investir os recursos religiosos (i.e., Dízimos e ofertas) em suas empresas de fins lucrativos, girar o dinheiro entre eles e outros porfólios com grandes lucros, e retorna-lo aos fundos da Igreja, que por si são isentos de impostos por tratar-se de fundos religiosos. Além disso, a Igreja recebe como doações ações de empresas como oferendas (i.e., Dízimos e ofertas) que podem ser vendidas e assim tanto ela como os doadores evitam impostos. (Mitt Romney famosamente montou um esquema desses para evitar impostos!) [4][5]

Assim sendo, a Igreja pode pagar “apenas ajudas de custos” a seus líderes religiosos, que, por não se tratar de salários, são isentos de impostos, mas paga-los através de bonus para Conselheiros Diretores e ações de corporações privadas da Igreja, e ainda longe do escrutínio público por se tratar de empresas fechadas. A própria Igreja não abre seus livros de contabilidade ao público há quase 50 anos, o que dificulta uma análise precisa, e ademais, o historiador Mórmon Michael Quinn estima que a compartimentalização de corporações e unidades admnistrativas da Igreja seja tão enorme e tão burocrática, que é possível que ninguém saiba exatamente quanto cada um (além de si mesmo) recebe das múltiplas organizações da Igreja. [6][7][8][9][10][11]

Em 2009, a Igreja SUD no Canada declarou ao governo Canadense 184 funcionários de tempo integral, cujos salários médios era de $83 mil anuais, sendo 2 deles entre 80 e 120 mil, 6 deles entre 120 e 160 mil, e 2 deles entre 160 e 200 mil. Considerando tais salários muito acima da média nacional ($50 mil para administradores), além da “ajuda de custos” generosa oferecida para presidentes de missão (como vimos acima), estas remunerações podem girar entre USD 300 e 800 mil ao ano, talvez muito mais nos escalões mais altos (i.e., Primeira Presidência). [12][13][14][15]

Contudo, devido a extrema importância dada ao sigilo sobre finanças na Igreja, estas estimativas só podem ser, por natureza, especulativas. Os poucos dados que temos nos oferecem uma noção geral, mas não são dados concretos. Alguém possui dados concretos para compartilhar conosco e para ajudar-nos a elucidar esta questão?

NOTAS E LINKS

[1][2][3][4][5][6][7][8][9][10][11][12][13][14][15][16][17]

About these ads
Esse post foi publicado em Acadêmicos, Cultura Mórmon, Estudos Mórmons, Mórmon, Mormon, SUD, Vozes Mórmons e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

193 respostas para Quanto Ganha um Apóstolo Mórmon?

  1. Tiago Costa disse:

    Você poderia compartilhar o Manual dos Presidentes de Missão, né!?

    • Marcello Jun disse:

      Você poderia checar nas notas e links (colocadas tanto no corpo do texto como ao final dele), né?! ;-)

      • Aparentemente o manual já foi tirado do ar.

      • Tiago Costa disse:

        O material não está mais disponível, por isto o pedido. ;)

      • Marcello Jun disse:

        Checa de novo.

      • Tiago Costa disse:

        Muito obrigado Sr. Marcello Jun.

      • Olá Marcello Jun, tudo bem? gostaria de saber se voce é um Membro da Igreja ou já foi, para estar falando estas coisas das quais voce desconhece e planta mentiras.. só para te alerta meu jovem, isso que vc está fazendo é um pecado gravissimo..Leia Provérbios 6: 19.. “testemunha falsa que profere mentiras, e aquele que semeia discórdia entre irmãos.”… Bom agora vc já sabe a gravidade do que vc esta fazendo… eu não posso te forçar a mudar, pois tem o seu Livre arbitrio para escolher entre o bem e o mal..só nã lamente quando for tarde demais para se arrepender… passar bem..

    • Gustavo disse:

      Vai cagaaar seus afastadooos filha de uma mãee que não tem o que fazer da vida e ficam falando mal da igreja vai ver o que sua esposa esta fazendo agora, vocês que estão perdidos no mundo porque souberam da verdade e negaram vocês vão arder no Mármore do inferno meu filho pode vim falar o que quiser, porque vocês estão dominados pelo DIABO ELE GUIA VOCÊS DEITAM E ROLAM e vocês estão cegados idiotas!!!!

      • André Menezes. disse:

        Você é membro? Que palavras são essas? Eu sou membro. Não podemos ofender os outros.

      • Boa noite André Menezes, Gostaria de te dizer eu sou membro, mas de forma nenhuma aceito e tolero que façam chacota com o nome sagrado da igreja…por isso digo que concordo com o nosso amigo Gustavo, não com as mesmas palavras mas.. isso é uma mentira o que falam da igreja…e vc vai se calar e deixar teu testemunho cair por terra..temos que defender nossa fé e a verdade…Ouse ficar sozinho, ouse ser Mórmon, ouse tornar essa causa conhecida…

      • Fabio disse:

        Fanatismo religioso nao faz bem para humanidade.

      • marcelo disse:

        kkkkkk boa André
        conhecerei a verdade e a verdade vos libertará “””

    • Sinto muito mas muitas das informações acimas citadas não condizem com a verdade, e eu provo para quem quiser que esses homens são profetas de Deus e não mercenários como o texto acima induz.. Sinto muito mas não posso calar para essas mentiras, pois Deus não me perdoaria por deixar de defender seu evangelho, sua Igreja e seus Líderes..

      • Marcello Jun disse:

        Prove, então.

        Comece provando que há mentiras no texto acima.

        Depois prove que o texto acima insinua que os Apóstolos sejam “mercenários”.

        Depois prove que a Doutrina Mórmon ensina que “Deus não perdoaria” alguém “por deixar de defender seu evangelho, sua Igreja e seus [l]íderes”.

        Depois prove “que esses homens são profetas de Deus”.

        E, finalmente, explique por que você usa maiúscula para “líderes” mas não para os pronomes possessivos de Deus.

        Nesta ordem, por favor.

      • Ariel Brulac disse:

        Não perca seu tempo, Cristiano. A verdade é que você não se pode provar essas coisas. Essas coisas são inacessíveis para adeptos da religião positivo-materialista, que adota um recorte da realidade. O patético da parte deles é que eles não sabem que são fiéis de uma religião, nós entretanto, temos conhecimento disso. Sabemos da nossa fé e seguimos a religião e sua doutrina, que eles parecem desconhecer. Essas táticas de desinformação, como manipular os adjetivos ao seu intento iníquo e vilanizar o lucro, é típica das mentes tomadas pelas doutrinas de utopias coletivistas e o tecnicismo reducionista, maiores geradores de aleijados intelectuais e amputados metafísicos. Esquece-se que os gastos da Igreja supera em muito as doações em grande parte dos lugares em que está,como o Brasil, em que até roupas do templo e estudos são subsidiados. Por isso, é motivo de gratidão que Igreja invista sabiamente os recursos em empreendimentos que a tornem ainda mais independente do ponto de vista material e que protejam os lugares históricos, permitindo assim o avanço da obra e a conservação da sua história. Nesse recorte materialista em que enxergam a realidade, não podem ver nada que transcendam o concreto, daí falharem ao verem uma Igreja que tenha fiéis e empresas para apoiar sua segurança financeira e uma SA que precisa adotar medidas de governança corporativa, como a transparência, não por espontânea vontade, mas por força do mercado.
        É risível que se suprima que os apóstolos não são pregadores de porta de Igreja, muitos eram profissionais de alto escalão e empreendedores de muito sucesso, que estariam ganhando muitas vezes na iniciativa privada o que hoje recebem como ajuda de custo. A maioria estaria, a esta altura, aposentados e aproveitando a vida num country club qualquer, no entanto, dedicam sua vida a obra do Senhor, incansavelmente. Esse tipo de atitude cristã, de abdicação, de devoção é tão incompreensível aos que estão envoltos em si mesmos que está no cerno de todo esse ranger de dentes,implícito o texto. No fim, este é o papel do inimigo: sabendo que não pode progredir, a alternativa é tentar tornar todos miseráveis como eles mesmo são.

      • Marcello Jun disse:

        Ernesto, o seu argumento inteiro depende de tamanha ignorância que é difícil saber por onde começar.

        Em primeiro lugar, você faz a contra-posição estúpida de que há uma “religião positivo-materialista”. Filosofias humanistas e científicas como o positivismo e materialismo se reforçam racional e lógicamente simplesmente porque oferecem resultados concretos, demonstráveis, e reproduzíveis. Ademais, hipóteses desprovadas são descartadas e o processo é coletivamente auto-corrigível e não dogmático.

        Em segundo lugar, absolutamente todos os avanços da humanidade nos últimos 10 000 anos vieram através de, e por causa de, positivismo e materialismo científico.

        Em terceiro lugar, todos os avanços científicos na história sustentam tanto o positivismo como o materialismo.

        Em quarto lugar, em nenhum momento da história humana argumentos contra positivismo ou materialismo foram bem sucedidos, inclusive proposições religiosas. Pelo contrário, estas foram obrigadas a se curvar diante do progresso daquelas.

        Em quinto lugar, apenas pessoas completamente ignorantes do processo científico acredita que ele seja “reducionista”. Talvez ele tenha sido há 500 anos atrás (embora isso seja ainda bastante debatido entre filósofos e historiadores de ciência), mas há muito que não é. (Aliás, eu vi que você não sabe a diferença entre uma Teoria científica e uma hipótese — o que explica a ignorância acima-mencionada)

        Em sexto lugar, você tenta se usar de uma falácia lógica não-estrutural do “espantalho retórico” ao desonestamente imputar uma crítica ao lucro no artigo acima. Claro que não se deu o trabalho de demonstrar a existência de tal crítica (visto que ela não existe), mas ao menos poderia ter tentado fingi-lo. Como presentemente argumentado, à sua desonestidade intelectual apenas se adiciona preguíça de composição.

        Em sétimo lugar, você estúpidamente tenta argumentar que os gastos operacionais da Igreja no Brasil sejam de alguma relevante numa discussão sobre salários pagos às autoridades da Igreja, não percebendo que se tais custos fossem de alguma maneira relevante (não são), argumentariam contra a prática salarial da Igreja presentemente discutida, e não a favor.

        Em oitavo lugar, você desonesta e estúpidamente argumenta que os custos operacionais da Igreja são mais altos em algumas regiões, evitando mencionar que o fator realmente relevante seria o balanço global (i.e., todos os custos operacionais versus todas as receitas), o que é notoriamente no balanço positivo. Por muito!

        Em nono lugar, você ignorantemente argumenta que os Apóstolos sejam abnegados por haverem sacrificados profissões de “alto escalão”, quando qualquer pessoa moderadamente bem informada compreende que a situação não é bem esta.

        E, finalmente, chegamos ao seu argumento principal. A presunção de um privilégio epistêmico especial que seja imune a argumentos racionais e lógicos, e impérvios aos fatos, tão freudianamente explícitos através de uma orgia apocalíptica sobre o “papel do inimigo”, explica o porquê de seus argumentos serem divorciados de racionalidade, lógica, e fatos. Não há nada de vergonhoso em se rejeitar racionalidade e lógica e a realidade dos fatos (como você deixa claro ao rejeitar o positivismo e o materialismo científico), mas faze-lo enquanto se tentar fingir não faze-lo é ridículo. É melhor assumir a sua ignorância e completa falta de estímulo para sair dela, deixando as discussões intelectuais para outros.

      • João Silva disse:

        Nossa! Que comentário mais imbecil! Deus não me perdoaria por deixar de defender seu evangelho? É isso que você acha de Deus? Que Ele é tão mesquinho que Ele te condenaria por toda eternidade se você não viesse “defender” seu evangelho? Você pode ser um membro fiel e uma pessoa ética e caridosa, um dedicado pai de familia e um cidadão honesto, mas se não vier em um site pequeno na internet “defender” a Sua visão de mundo, Ele vai te condenar por toda eternidade?

        E se Deus realmente fosse assim tão mesquinho como você o descreve, você está ferrado, meu amigo. Você não defendeu nada, porque não provou nada, não argumentou nada, não contribuiu nada, não contradisse nada do post, e fracassou completamente em sua missão de salvar a sua alma “defendendo” o seu evangelho.

        Na boa? O único argumento contra a igreja aqui não vem do post mas sim do seu comentário idiota dando uma péssima impressão de Deus.

    • Pry disse:

      kkkkkk
      este blog é contra a Igreja ou eu nao entendi direito
      mas como assim de onde tiaram essas informaçoes???
      minha nossa, quem fez este blog nao tem serviço né, pessoa atoa viu
      empregada domestica???
      gente vai procurar um serviço e laga de ficar inventando mentiras tá

      • naturadeorum disse:

        Você não sabe escrever. Será que sabe ler? Se soubesse, teria visto de onde as informações saíram. Santa ignorância. Haja paciência para aguentar comentários como este aqui. Temos mesmo que ser torturados com este tipo de comentários, caros administradores do site?

  2. apostolotds disse:

    ‘Estes já receberam seu salário’, diz o Senhor. Um Corpo de Governantes, que governa por dinheiro os seus governados, já ganhou o seu salário.

    Jesus derrubou um templo de pedra justamente para a erguer um templo espiritual. neste novo arranjo não há a necessidade de manutenção e de homens que ganhem ‘ajuda de custos’.

    Jesus disse: ‘de graça recebestes, de graça dai’. O que for diferente disso, é comércio e vantagens financeiras. Eles já têm seu salário.

    Nós, as Testemunhas dos Deuses Santos, em todo o globo, não somos assalariados e não ganhamos dízimos ou “contribuições voluntárias” dos nossos irmãos. todos somos verdadeiramente esperançosos na recompensa verdadeira – a bênção dos nossos Criadores, os Deuses santos.

    Apóstolo TDS

  3. Fui Coordenador Financeiro do Templo de Campinas, por 6 anos trabalhei para a igreja, tive acesso as essas “ajudas de custo” das Autoridades Gerais, e eu mesmo recebia ajuda de custo, pois eu era Coordenador Voluntário do SRE em Campinas, portanto, apesar de as Autoridades Gerais e outras autoridades templárias e missionárias alegarem que arcam com gastos do próprio bolso, na realidade recebem essa “ajuda de custo” que varia de 2.500 dolares, a 10.000 dolares, que apesar de ser uma “ajuda de custo”, no meu ponto de vista de administrador, esses valores são um gordo salário, mesmo que não queiram dar esse nome é o que na realidade nua e crua significa essa ajuda de custo, nada mais que um tipo de salário.

    E não se iludam com os dízimos e ofertas, pois o conglomerado da igreja é muito grande, com Shoppings, Fazendas, Industrias, etc…, e a maioria dos fundos usados para investimentos provém dos dízimos, e as ofertas acabam ficando para suprir as estacas e alas com seus custos, e eventualmente a ajuda para alguma família necessitada que esteja cumprindo com todas as regras da igreja no que concerne a dízimos e ofertas e palavra de sabedoria.

    A igreja SUD tem que se manter e se sustentar, não acho errado a igreja investir para crescer e manter toda a sua estrutura, mas acho falta de sabedoria da igreja todo esse sigilo sobre fundos, investimentos, e ações com o dízimo dos fieis SUD. Se a igreja fosse mais transparente, seus membros não se chocariam tanto em saber que as autoridades gerais, e líderes mundiais nas missões e templos recebem sim salario, camuflado de ajuda de custos.

    Como qualquer outra igreja, a maioria das igrejas do mundo tem clero remunerado, com o intuito de que o clérico se dedique 100% para a causa de sua religião, e isso não é diferente na igreja SUD, apenas muda de nome para “ajuda de custo”.

    Mais uma vez declaro que não é vergonha para nenhuma igreja ter clero remunerado, pois se as religiões precisam de líderes que se dediquem 100% a causa de sua fé, torne-se necessário remunerar seus cléricos de forma justa.

    • Rodrigo disse:

      Presbítero,

      Você está se contradizendo, você foi Coordenador Financeiro do Templo de Campinas ou Coordenador Voluntário do SRE em Campinas? Uma coisa é ser voluntário no SRE que não ganha nada pois o próprio nome já diz, e outra coisa é ter um cargo que existe mas na Associação que tem os escritórios em SP e que é remunerado.

    • Querido Presbítero Jean Carlo,
      É importante lembrar que qualquer que seja o valor recebido e utilizado pelos líderes da Igreja é necessário que seja aprovado, os comprovantes de pagamento devem ser apresentados para confirmar o pagamento e tudo é auditorado. Ou seja, nada é roubado. Se for, as providências cabíveis são tomadas. Garanto que em qualquer área da Igreja, se algo de exorbitante ou errado for encontrado, logo vai ser corrigido. É importante lembrar também que todos que recebem essas ajudas de custo da Igreja vivem a Lei da Consagração, ou seja, eles deram todo o seu tempo, bens e talentos para a Igreja.
      Falando de números, seria interessante que as pessoas divulgassem também a quantidade de ajuda dada pela Igreja a membros e não membros, principalmente em catástrofes naturais. Os que estiverem interessados podem dar uma olhada [aqui] que mostra apenas uma parte do que é realizado com as doações dos membros e dos lucros obtidos pela Igreja.
      Espero poder ajudar com mais informações no futuro. Um abraço a todos!

      [Editado e moderado de acordo com a Política de Comentários]

      • Marcello Jun disse:

        Fábio, os custos da Igreja com ajuda humanitária foi alvo de discussão nesse post há mais de um ano.

      • E ao Elder Bacelar, tudo bem? Saudades de vc.

        Pois bem, sobre o que vc disse, estamos apenas dizendo que essa ajuda de custo muitas vezes é desproporcional ao que outros líderes recebem como ajuda. Estamos apenas discorrendo sobre as finanças da igreja. Assim como ficamos chateados de ver um deputado receber quase 30.000,00 por mês, para trabalhar 3 dias e olhe lá por semana, estamos também preocupados em ver líderes de missão ou área, morando em Alphavile, com carrões, aviões a disposição, pois dá a entender falta de humildade, e o uso do dinheiro da igreja para beneficio próprio. Eu e vc sabemos como a auditoria na igreja é feita e sabemos que é muito rigorosa, mas não é esse o foco, mesmo as auditorias sendo rigorosas, as autoridades gerais e presidencias de missão tem outros beneficios que não são gastos com comida ou luxos no sentido de consumo, mas é um luxo morar em Alphavile, ou é um luxo se hospedar em hotel 5 estrelas… Não vejo Jesus Cristo, que repousava a cabeça sobre uma pedra, se agradar desses gastos.

        Forte Abraço,

      • Guilherme disse:

        pena…. se vc pensa dessa forma é por que não acredita que a igreja seja mantida e organizada por revelação dada aos apóstolos e a nosso amado Presidente da Igreja… para quem não acredita nisso é impossível entender qualquer coisa vinculada a Igreja mesmo que seja sobre finanças dizimo ou qualquer outra coisa

      • Meu caro, fui por 10 anos membro, cheguei a ser sumo sacerdote e Oficante do Templo, além de coordenador financeiro do Templo Campinas e Coordenador do SRE Campinas como Missionário de Tempo Parcial. Conheço todas as doutrinas da Igreja sud DE PONTA A PONTA. Para sair da Igreja SUD, orei muito e obtive meu testemunho da Igreja Reorganizada, que possui Livro de Mormon e Apóstolos e Profetas, portanto sua colocação é e muito equivocada. Toda a estrutura da Igreja SUD e da Igreja Reoganizada é praticamente identica, sendo que nossa D&C continua sendo escrita a cada 2 anos em nossas conferências, onde se recebe revelação para toda a igreja e as revelações mais importantes são escritas e acrescentadas ao Livro D&C. Nossa lei do Dizimo é a mesma que a SUD. Portanto, antes de julgar, procure conhecer mais sobre o que vc fala. Grato.

      • marcos disse:

        “…estamos também preocupados em ver líderes de missão ou área, morando em Alphavile, com carrões, aviões a disposição, pois dá a entender falta de humildade, e o uso do dinheiro da igreja para beneficio próprio.” Não sei se tudo isso é verdade, mas para o líder da Igreja SUD provar que é servo do Senhor tem que viver na mais extrema pobreza?
        Por curiosidade, o que o fez a começar a duvidar da Igreja SUD ? E o que o fez pensar em orar a respeito da Igreja Reorganizada?

      • Prezado Marcos, leia os posts anteriores. Em nenhum momento eu disse que passei a duvidar das doutrinas da igreja sud, tanto que estou na Comunidade de Cristo, antiga IRJCSUD, cujas doutrinas e livros e organização são praticamente iguais de sua igreja SUD, e estudando muito sobre essa igreja que estou, e lendo muito sobre a historia de ambas as igrejas, a IRJCSUD atendeu melhor ao que eu esperava de uma igreja, e orei e tive um testemunho a respeito, assim como muitos tem testemunhos sobre suas religiões e fé. Porém alerto que o foco deste debate são as finanças da igreja, portanto termino aqui, apenas complementando que ninguém disse que líderes deveriam viver em pobreza, no que sugiro que leia todas as postagens anteriores e posteriores para que vc entenda melhor o que estamos debatendo.

      • joze dantas disse:

        Legal! Orar para saber que essa Igreja é “verdadeira” já deu trabalho imaginem orar para saber se a dissidente é verdadeira! Já é algo irracional pertencer a “verdadeira” imaginem comungar com os cacos! É estar tomando Pramil e depois passar pro Sidelnafila. Vai ver o efeito é o mesmo…

      • rose disse:

        essa resposta foi muito inteligente.

      • pedro bueno disse:

        podemos entender toda essa articulação financeira, mas dentro da pura verdade, todos deveriâmos ter pleno conhecimento onde nossos dízimos estão sendo usados, pois acreditamos numa igreja verdadeira, portanto que tudo seja transparente e do conhecimento de todos membros santos dos últimos dias, caso contrário estamos vivendo dentro de um engodo religioso.

      • Daniel Albuquerque disse:

        Martinelli, gostaria muito de poder desmascará-lo, mas meus comentários estão sempre sendo moderados.

        Pois bem, gostaria de tentar uma vez mais.

        1) Autoridades Gerais que moram no Alphaville? Que tem “Carrões de luxo’?

        Quanta mentira em uma só frase! Se você realmente conhece as Autoridades Gerais Brasileiras, sabe que existem apenas 5 (E. Costa, E. Aidukaitis, E. Godoy, E. Soares e E. Mazzagardi – este ultimo do 2º quórum). Nenhum deles reside pela Igreja no Alphaville. O unico, vejam só, o unico que mora lá, construiu sua própria residência MUITOS ANOS antes de ser Autoridade Geral – mas muitos anos antes mesmo!, pois é um empresário muito bem-sucedido. (Não vou apontar nomes específicos em respeito à privacidade desses líderes). As outras 4 autoridades gerais brasileiras moram sim em residências oferecidas pela Igreja com um conforto condizente ao padrão estabelecido e com apenas UM carro cedido pela Igreja para uso da Autoridade e de sua família. A maioria das Autoridades gerais, antes de seus chamados (novamente não vou citar nomes), principalmente tres dos 5 brasileiros, possuiam uma vida abençoada em recursos materiais, com carros, residencia e cindição MUITO SUPERIORES a que vivem atualmente. Em outras palavras, e sendo claro, tiveram que DESCER o seu nível financeiro para viver o padrão de uma Autoridade Geral. E se você, Martinelli, se diz tão conhecedor da Igreja, então sabe muito bem da veracidade dos fatos. Voltando aos ‘membros do alphavillle’ – Os demais membros comuns da Igreja que moram no Alphaville e região – são diversos – todos residem por conta própria assim como você e eu residimos em nossas proprias casas, com nossos proprios custos. Alguns deles já foram Setentas de Área e Presidentes de Missão sim. Mas isso NADA tem a ver com sua condição financeira, uma vez que foram e são executivos de alto escalão, bem sucedidos, de empresas de mercado, em indústrias e áreas da economia das mais diversas como financeira, educacional, de saúde, aérea, segurança, tecnologia e construção. Inclusive tornando-se conhecidos na mídia muito antes de sequer serem Presidentes de Missão ou Setentas – chamados esses que não lhes foi remunerado nem sequer um centavo para enriquecimento ou vida luxuosa. Inclusive não é só em Alphaville. É em São Paulo, no interior e no Brasil todo! Existem membros MUITO bem-sucedidos em todo o Brasil. Alguns deles eventualmente foram chamados como líderes. Outros não. É ridículo você condenar o sucesso desses homens e mulheres e tentar vender informações sem fonte alguma. É muita pretensão sua afirmar que há “ostentação”, “carrões de luxo” e etc. bancados com os recursos da Igreja, sem citar qualquer fonte confiável ou passível de confirmação – e enganar assim os desavisados, aqueles que não conhecem a fundo esses detalhes da vida dos líderes de tempo integral ou parcial. Por favor, não faça isso, apenas mancha sua imagem e reputação como homem. Não julgo sua saída da Igreja. Mas julgo suas palavras, pois essas informações tenho em muito maior grau que você jamais teve e sei que suas afirmações são pretensiosas, tendenciosas e falsas. Não acuso você, mas denuncio a mentira de suas palavras e a maldade delas, afirmando aquilo que não sabe como se fossem verdades absolutas. E por fim, para aqueles que pensam que ser Presidente de Missão ou Autoridade Geral traz luxo e dinheiro, peço que conversem com esses mesmos homens, pesquisem suas vidas e verão que absurdas são essas idéias. Quão distorcida é a visão dos que assim pensam. No fim, esses são os que se perderam com a névoa que caiu sobre todos, como diz Leí em seu sonho, pois não se apegaram a barra de ferro e foram por caminhos proibidos e se perderam.

      • Se vc realmente tivesse lido as postagens anteriores e realmente tivesse entendido, vc notaria logo que estamos falando no contexto mundial, e em nenhum momento colocamos como errado essa forma de ajuda de custo, apenas estamos discorrendo sobre o suposto exagero. E se vc tem suas postagens reprovadas pelo moderador, é pq está abaixando o nível do diálogo, e isso é coisa de quem não tem argumentos e prefere atacar a reputação das pessoas, para se sentir superior. Meu caro, leia atentamente as postagens anteriores e repense suas palavras. E lembre-se, somente DEUS pode julgar o coração das pessoas. Pense nisto.

      • Delcides Moraes disse:

        Na verdade não o seu Martinelli. Concordo com o Daniel!! Só errei ao digitar a resposta! Não acho muito legal alguns comentarios tendenciosos e sem fundamentos sólidos!

      • Delcides Moraes disse:

        Muito bom teu comentário man! Obrigado!

      • Delcides Moraes disse:

        Concordo contigo man!!! Só errei no comentário do Martinelli! Mas concordo plenamente contigo, e agradeço por se expressar e ajudar a esclarecer algumas informações não tão explanadas!

      • Jonas Viotto disse:

        Irmão Martinelli, sou membro de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos dias da Estaca Alphaville, e entendo o que você quer dizer, mas preciso compartilhar contigo o que vejo aqui na estaca, pois é perceptível que você diz o que não sabe:
        Os membros da Ala Alphaville são bastante abastados por serem pessoas de sucesso no mundo dos negócios! Não têm sequer um centavo de seu dinheiro retirado da Igreja. São empresários, administradores ou profissionais liberais do alto escalão das grandes empresas.
        Todas as atividades da Igreja nas quais eles se envolvem, pagam do próprio bolso, e assim deixam o orçamento da ala deles disponível para outras alas. Muitos de lá pagam INTEGRALMENTE a missão de jovens pobres daqui da região, que nem parentes são. Estes mesmos jovens, quando voltam da missão, conseguem ser rapidamente empregados nas empresas as quais estes homens administram, e são rapidamente capacitados, para que alcancem sucesso profissional na vida em pouco tempo.
        Dentro da Igreja, são líderes admiráveis, e muito simples! Eles colocam seus carrões nas estradas de lama e pedras de Santana de Parnaíba pra ajudar gente muito pobre. Sentam nas mesmas cadeiras e comem a mesma comida que nós nas atividades da Igreja. Não nos sentimos afastados deles. Muito pelo contrário, eles nos acolhem muito!
        Quando um desses homens é chamado para ser Autoridade Geral ou Presidente de Missão, para nós, que somos pobres, a “mesada” que recebem da Igreja pode parecer bastante generosa. Mas a verdade é que para eles, profissionalmente falando, é uma ruína! Seus rendimentos caem para 5% do que ganhavam sendo empresários de sucesso. Quando retornam, têm um desafio gigantesco à frente: imagine um homem de meia-idade tentar voltar ao mundo dos negócios anos depois de ficar totalmente retirado do mesmo servindo a Igreja? Eles recomeçam do zero, e conseguem em pouco tempo se reerguer novamente!
        Eu me sinto muito confortável em ter estes homens na minha Estaca, pois são exemplos reais de que ser rico não é pecado, pois usam o que têm pra edificar o Reino de Deus e os irmãos que precisam! O dinheiro para ajudar os necessitados não sai de um bolso vazio, e aqui vemos o quanto isto é verdade!

      • Jonas Viotto disse:

        Falei dos líderes de Alphaville, mas aplico o exemplo deles a todas as Autoridades Gerais! Financeiramente falando, sai barato manter esta nobre estirpe de homens à frente da Igreja. Se fossem contratá-los, a Igreja teria que pagar 20 vezes mais!
        Um abraço,

      • Jorge disse:

        Eu fico impressionado com pessoas que se acham conhecedores de tudo e pensam que o Glorioso Cristo Ressurreto ainda vive numa simples e suja manjedoura.
        Acho que se esqueceram de ler sobre o ouro incenso e mirra. E hoje Ele possui toda a imensidão do cosmo e os mundos contidos nele bem como suas coisas preciosas.

      • Jose. disse:

        EU NAO PRECISO SABER QUANTO GANHA UM APOSTOLO, EU PRECISO SABER QUANTO EU DEVO PARA CRISTO.

      • Jefferson Dornelles disse:

        Concordo contigo Fabio, sou membro a 22 anos, tenho um profundo zelo pelo nome da igreja, por tudo de sagrado que ela representa e pelo nosso Amado profeta e me causa repulsa pelo que está acontecendo. Espero e Sei que no devido tempo o Senhor fará justiça.

    • Diego disse:

      Olá, Presbítero! Normalmente, acreditamos que os funcionários da Associação são pessoas de grande fé, até porquê, de seis em seis meses, cada funcionário é teológicamente avaliado por seus líderes eclesiásticos para aferir sua “dignidade”. Normalmente, dedicam-se à “obra de Cristo” de todo o coração. Soube de alguns ex-funcionários, contudo, que “perdem a fé” e tornam-se ferrenhos críticos à Igreja SUD. Existe, por exemplo, um ex-segurança do Templo de Salt Lake, ex-funcionário do Church Security Department, que alega ter recebido uma visão de Joseph Smith na Sala do Conselho do Templo de Salt Lake revelando-lhe que a Igreja SUD caiu em corrupção e que, por sua legítima fé, havia sido escolhido para revelar a parte selada do Livro de Mórmon, que ele publicou posteriormente. Nunca vi ninguém, contudo, ter deixado a Igreja SUD e migrado para a Comunidade de Cristo (ex-RLDS), ainda mais um brasileiro, que hoje, pelo que entendi, é um élder (presbítero) daquela comunidade. Só por curiosidade, você poderia nos dizer se o fato de trabalhar para a ABIJCSUD contribuiu para sua “perda da fé” SUD e até que ponto isso abalou sua crença em Joseph Smith, já que filiou-se à outra associação do Movimento Restauracionista de Joseph Smith? Fico curioso em saber também como os membros da Comunidade de Cristo recebem “ex-mórmons” (SUD) e se isso é comum, especialmente pelo posicionamento quase “evangélico-pentecostal” que, pelo que eu entendo, tem se caracterizado sua religião atualmente. Obrigado por compartilhar sua visão conosco!

      • Prezado Diego,

        Para se trabalhar na Associação se passa por processo seletivo como de qualquer empresa, e a Associação é uma empresa. Segundo, existem não membros que trabalham para a Associação. Terceiro, para se trabalhar em Templos, como foi meu caso, basta pagar o dízimo e cumprir com seu chamado. Dentro do templo anualmente o Registrador faz uma entrevista de qualidade, para avaliar profissionalmente o funcionário, como qualquer empresa faz, e o presidente do Templo faz uma entrevista religiosa. se algo não vai bem, o presidente lhe dá metas para alcançar.

        Na época, estudei a historia da igreja, os 7 volumes, e confrontei com os 7 volumes da igreja reorganizada, conheci um Setenta da Igreja Reorganizada em 2002, pedi a conta da igreja em 2007/2008, apos muita oração e respostas de DEUS, por esse motivo estou na Reorganizada, hoje, Comunidade de Cristo. Portanto não perdí a fé.

        Um membro da igreja criou na época perfis falsos no orkut e em alguma redes sociais se passando por mim, como se eu fosse um ferrenho opositor da igreja, coisa que na época procurei meu presidente de estaca da igreja SUD e deixei claro que aquelas declarações eram forjadas. Eu sei quem foi, Por meio da polícia cheguei até a pessoa. Não fiz nada, pois já não era mais membro, e não me importava o que pensassem de mim ou não de sua igreja, pois eu já tinha um forte testemunho da igreja Reorganizada.

        A moderação por sinal irá deletar esse assunto, por não ser pertinente ao topico, mas espero que ainda dê tempo de vc ler Diego.

        Um detalhe, todo membro ou líder da igreja SUD julga seu semelhante que saiu, como se fosse um herege ou uma pessoa de pouca fé, sendo que as escrituras nos repreendem sobre o julgamento precipitado. Eu saí por meio de muita oração e estudo, e obtive um testemunho por meio da oração de fé. E não me arrependo de ter saído.

        Não espere que eu vá falar mal da igreja SUD, pois aprendi muito na igreja SUD, fui muito abençoado enquanto membro, mas, achei o que me faltava ao conhecer a Igreja Reorganizada, e fiz o mais correto, que foi pedir orientação a DEUS.

        .

      • rasta disse:

        Prezado, onde posso ler estes 7 volumes da sud e da organizada? qual e o site da reorganizada?

      • Diego disse:

        Olá, Rasta! O link para a compra da edição da Comunidade de Cristo (diretamente da Herald House, a editora da RLDS) é o seguinte. O link para compra da edição da Igreja SUD (diretamente da Deseret Book) são os seguintes: aqui, aqui e aqui. Como os volumes são feitos de tempos em pouca quantidade, de tempos em tempos os volumes saem de linha, mas retornam logo (seis meses, mais ou menos). Atualmente não tem nenhum deles disponível. Espero ter ajudado!

    • Gleuton França disse:

      Eu achei muito interessante o comentário do irmão Martinelli e gostaria de ter contato com ele. Peço ao organizadores do site que transmitam a ele meu contato pois tenho vontade de perguntar mais para ele. Preciso entender muito de seu pensamento. Sirvo como Bispo da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias há 5 anos e tenho uma convicção de que a associação Brasileira possui falhas gritantes que vez ou outra vem à tona. Todavia não concebo uma alteração na percepção geral do que A Igreja é. Não consigo conceber ser membro da Comunidade de Cristo. Não estou depreciando a instituição, mas me refiro ao panorama de contraste entre ela e a Igreja SUD, como é dito. Estudei muito da história geral da Igreja e sei que a Igreja permaneceu sob a sanção da Deidade com o sacerdócio pleno foi a Igreja que presenciou a mudança real de Brigham Young. Sidney Rigdom abandonou Joseph e foi para um “retiro voluntário”. Emma não permaneceu com Brigham mas Deus sim. Realmente tenho que saber as informações que o Irmão Martnelli teve acesso para reconsiderar sua condição como membro a ponto de mudar de Igreja e não mais ouvir o profeta que apoiou tanto a ponto de ser um oficiante pleno e digno de confiança a ponto de ser um funcionário da igreja em dois cargos de confiança citados por ele. Eu sei que Joseph não foi um profeta geral ou de quem o abraçasse na causa que defendia. Ele foi o profeta de Deus altíssimo e organizou a Igreja que citei no ínicio de minhas palavras. Joseph III não foi um profeta de Deus. E todas as alterações que foram feitas resultaram do abandono inicial na conferência posterior à morte dos irmãos; Tenho um convicção tão plena “pelo estudo e pela fé” que minha apostasia dar-se-ia não por alteração de igreja, mas combate à ela por saber que se trata do Reino restabelecido pelo cordeiro. Meu email é bishop-france@uol.com.br.
      Muito grato pelo espaço para me expressar.
      Bispo Gleuton França

      • Prezado Bispo França,

        Prefiro me abster de comentários sobre minha saída da igreja SUD e entrada na Igreja Reorganizada ou Community of Christ como é conhecida hoje, pois foge completamente do aqui proposto. Atenho-me apenas a dizer que saí pela porta da frente, e pedi para tirar meu nome dos registro da igreja SUD. Não existe apenas uma historia da Igreja, e tudo que fiz foi em jejum e oração e obtive meu testemunho a respeito da Community of Christ. Abraços, Elder Martinelli

    • leonildo disse:

      quanta ignorância de sua parte caro amigo,a Igreja de Jesus Cristo trabalha de acordo com os procedimentos divinos e por isso que Cresce tanto,seus lideres não são remunerados e nunca serão.você conheceu um pouco dessa igreja e não aprendeu nada, reembolso já está dizendo é reembolso,eu gastei o meu dinheiro e apenas recebi de volta,pois é meu.não tive desconto de folha de pagamento.espero que isso entre em sua mente e coração pois essa é a Igreja do Salvador Jesus Cristo e todos os Gastos e despesas estão de acordo com as leis divinas,não há engano nisso nem o que esconder espero que a intenção de distorcer as coisas sagradas fique somente com sigo próprio,declare apenas a verdade não as mentiras e sei que será uma pessoas melhor. essa obra ira avante e ninguém a deterá pois essa obra é do senhor e como diz as escrituras e próprio salvador declarou ( ora o homem natural não aceita as coisas do espírito de Deus,porque para eles são loucuras:e não pode entende-las pois elas se discernem espiritualmente 1 coríntios 2:14 ) quando estiver preparado você entenderá as coisas de Deus mas por enquanto não as compreenderá..

  4. A realidade é que esses apóstolos vivem muito bem, acima da média de qualquer cidadão no mundo. Grandes mordomias e privilégios; casas no padrão daquelas em Alphaville (com piscinas e tudo mais), jatinhos, hospedagem em hotéis de luxo, seguranças particulares (…) e muito mais que o dinheiro possa comprar. Enquanto isso, crianças morrem de fome na África!

    O mais engraçado, é que os apóstolos vão à África de jatinhos particulares (no mínimo) pedir dízimos, e diz num tom profético: “Suas vidas irão melhorar se derem seus dízimos à casa do tesouro”. Mau sabem àquele povo que seu dinheiro conquistado com tanto suor, lágrimas e sacrifícios – que poderia ser usado em saúde, educação, moradia e alimentação – está sendo jogado fora; investido em construções bilionárias em Utah (i.e., shoppings) e para dar uma vida de luxo e conforto à seus líderes e familiares na América.

    Enquanto a África peregrina em meio ao caos, Sião prospera, sim, a Sião dos profetas, apóstolos, setentas e demais afortunados. A imagem legitima, fiel e triste da desigualdade social. Diante desse contraste devemos imaginar, será que a Ordem Unida ainda é vivida na igreja? Parece que sim, (ocultamente) somente entre as autoridades gerais.

    • Fabio Britto disse:

      É legal ver que a especulação gira sempre em torno do dinheiro. Alguém se pergunta sobre as obras que não são divulgadas, sobre os projetos realizados. A igreja não divulga dados que ao público seria algo absurdo, mais que realmente não é devido ao tamanho de seu rebanho, assim como não divulga suas ‘obras’. A igreja não vende uma imagem de soberana, apenas ganha fiéis devido as suas fé, com transparência no que diz respeito ao ‘marketing’. Mais independente de estar correto a divulgação ou não de suas contabilidades, sempre haverá especulação sobre tais temas, nessa, e em qualquer outra igreja.

      • MEU AMIGO, NAO EH ESPECULAÇAO… SAO FATOS REAIS!!!!
        Eu trabalhei no Templo de Campinas e como Coordenador Financeiro do Templo eu tinha acesso a todas as contas mundiais da igreja, despesas de presidentes de missao e templo e autoridades gerais. todos os fatos aqui narrados sao reais. Nao sao especulaçoes.

      • Tiago Costa disse:

        Estranho este papo de que você trabalhou “no Templo de Campinas e como Coordenador Financeiro do Templo” e “tinha acesso a todas as contas mundiais da igreja, despesas de presidentes de missao e templo e autoridades gerais”. A administração da igreja, no Brasil, é concentrada em São Paulo, mais especificamente no prédio administrativo ao lado do tempo de São Paulo.

      • Prezado Tiago, todo templo tem um sistema chamado Peoplesof, ligado direto a Salt Lake e ao Depto de Templos. FUI Coordenador de Registros e Finanças do Templo, e estava registrado pela CLT na Associaçao Brasileira de a IJCSUD, sediada em Sao Paulo, sempre estava indo para o predio da associaçao para reunioes com o depto financeiro da igreja, entre outras coisas. HOJE SAI SA IGREJA SUD, E NAO ESTOU FALANDO NADA QUE NAO SEJA REALIDADE. O meu nivel de acesso ao sistema me dava acesso a relatorios diversos por depto. PORTANTO, era soh digitar o depto e obter o relatorio, via Query, que inclusive o proprio sistema permite a criaçao de Querys.

      • Rodrigo disse:

        Presbítero,

        A Igreja Reorganizada (atualmente Comunidade de Cristo) possui apóstolos como a igreja mórmon advinda de Brigham Young e se possui, estes recebem algum tipo de remuneração também?

      • Funciona tal qual a igreja SUD, e na verdade a igreja de Brigham Young, que é a vossa igreja, segundo nossos registros históricos, foi sua igreja a dissidente da nossa. Para nós da Reorganizada a Igreja SUD se separou da igreja original ao fugir para Utah. Apenas 6 apóstolos seguiram BY, os demais ficaram, sendo que um desses que ficou foi o tutor de Joseph Smith III, filho do Profeta Joseph Smith Jr, sendo que Joseph Smith Jr, ordenou seu filho a ser o sucessor dele, mas BY ignorando tal ordenação ser apossou da autoridade que ele não tinha e assumiu a presidencia. Meu caro, não estou aqui a falar mal de sua igreja, pois fui membro dela por mais de 10 anos, fui Missionário SUD de tempo parcial, Presidente de Quorum de élderes, Sumo Conselheiro, Coordenador do SRE de Campinas, Oficiante do Templo e funcionário da igreja, o que eu estou narrando é a visão de minha igreja atual com relação a sua igreja.

        Quanto a clero remunerado, sim, temos sim, e não se chama ajuda de custo como na SUD, aqui na Reorganizada se chama salario mesmo. Em todo o mundo, (mais de 70 paises), a Igreja Reorganizada mantem clero remunerado em suas posições estratégicas de liderança, Presidentes de Missão e Centro de Missão recebem salario enquanto no cargo. A primeira presidencia e o quorum dos doze recebem ajuda de custo, pois na maioria são pessoas já aposentadas ou mesmo empresários, portanto tal qual na SUD, recebem ajuda de custo. No geral as duas seguem quase que um mesmo padrão, porém a Igreja Reorganizada é mais transparente com suas finanças do que a SUD.

      • Marcello Jun disse:

        Jean e Rodrigo: A presente discussão gira em torno das finanças da Igreja SUD.

        Enquanto comparações entre as abordagens financeiras entre as duas igrejas Mórmons (i.e., SUD e RSUD) fazem parte válida do tema em pauta e podem muito bem ilustrar argumentos e gerar pontos para ponderação, as origens históricas — e principalmente os méritos teológicos — certamente não. Peço, portanto, a gentileza de não entrarmos nessa tangente.

        No futuro, abriremos discussões sobre as evoluções históricas destas duas vertentes Mórmons. Por agora, atenhamo-nos ao assunto em questão.

        Obrigado.

      • Rodrigo disse:

        Está bem Marcello, vou aguardar o futuro artigo e ele será de grande interesse para nós e digno de boas discussões e diálogos aqui. Um forte abraço.

      • CESAR disse:

        ENTÃO NOS DIGA QUANTO É A AJUDA DE CUSTO DE UMA AUTORIDADE GERAL, EX: PRES DE AREA?

      • Presb Jean disse:

        PREZADO,

        Nao trabalho mais para a Associaçao da igreja Sud, e se vc ler a postagem vai ver que eu coloquei uma media, pois varia de pais para pais e de cargo ou chamado eclesiastico.

        E ssa ajuda de custo tbm eh variavel, por conta dos reembolsos de despesas. EU MESMO TINHA CARTAO DE CREDITO CORPORATIVO, COM LIMITE DE 10 000. E USAVA PARA O SRE ONDE FUI COORDENADOR MISSIONARIO DE TEMPO PARCIAL.

      • Jorge Linhaça disse:

        Presbítero Jean:

        Onde afinal fica a Igreja Reorganizada no Brasil? Nunca consegui encontrar nenhuma unidade dela. Tenho muita curiosidade de conhecer.

      • Temos uma unidade na cidade de Tubarão/SC, uma Unidade em Poá/SP e outra em Ferraz de Vasconcelos/SP. Atualmente se chama Comunidade de Cristo, devido uma revelação recebida por nosso Presidente e Profeta a alguns anos atrás, e que foi apoiada em conferencia geral pelo membros e quoruns dos 12, 70 e sacerdócio. acesse http://www.cofchrist.org nosso site mundial. lá vc vai saber mais sobre nós.

      • Dá pra ver que você é uma pessoa que não tem ética profissional ao expor dessa maneira os dados corporativos da Igreja. Deve ser por isso que foi cortado da mesma. Eu, como empregador, jamais aceitaria na minha empresa uma pessoa como você, que sai divulgando dados sigilosos de outra, pois mostra uma clara indicação de que faria o mesmo com a minha. A Igreja SUD, como toda corporação, faz uso de jargões técnicos que facilitam a comunicação interna, sendo, portanto, que os termos “Ajuda de Custo” e afins não tiram dela a credibilidade adquirira no seu exercício. Se você como um reles “funcionário” tinha acesso a tais dados, já é uma prova de que a transparência é uma norma, mas que tal norma não se aplicaria à internet, a um público maior, por questão de bom senso. O que você mostra que não tem.

      • Elder Martinelli disse:

        Sr. Arlindo. Eu sai da igreja pela porta da frente. Eu fiz minha carta de demissão.pedi pra sair. E os dados informados por mim não são sigilosos. Leia todos os comentários antes de sair ofendendo de graca as pessoas. Sera que esse eh o padrão da igreja em tratar quem saiu?

      • marcos disse:

        Quando você era membro da Igreja SUD, você chegou a orar a respeito da veracidade dela e do livro de mórmon? Obteve uma resposta? O que pensava desta resposta e o que pensa dela hoje?

      • olhe, estou aqui para falar do que eu vi e presenciei, e nao da minha vida particular. Jah coloquei tudo o que eu vi e presenciei nos meus mais de 10 anos dentro de sua igreja. Se querem ou nao acrediitar, para mim tanto fazz. Encerro minhha participaçao neste forum, pois para mim o assunto esta encerrado. E EM POSTAGENS ANTERIORES JAH EXPLIQUEI SOBRE MINHA SAIDA DA SUA IGREJA. PASSAR BEM.

      • Alem do mais, fui oficiante do templo, membro do sumo conselho, missionario e funcionario do templo de campinas, e todas essas funçoes e cargos exigem alto grau de comprometimento com o evangelho, e muita espiritualidade. Portanto suas perguntas sao descabidas.

      • rasta disse:

        Descupe, mas se você não apresenta provas não pode dizer “são fatos reais..” onde estão as provas?

      • Meu caro, eu sei do que estou falando pois trabalhei lah, se vc quer acreditar ou nao eh problema seu, nao meu, pois vim aqui apenas compartilhar o qque eu vivi e passei na Associaçao da Igreja. E se eu apresrenta-se algo aqui eu seria processado pois os relatorios sao confidenciais e eu jah nao sou maiss funcionario dda igreja. seria muita leviandade apresentar documentos sigilosos de uma empresa. Seria por a cara a tapa.
        Mais uma vez digo, acredite se vc quiser, pois eu nao tenho qque provar nada pra ninguem.

      • leonildo disse:

        por favor não faça comentários no qual vc mesmo sabe não ser verdades suas duvidas põem em risco sua ética profissional,vc sabe o que acontece lá mas não aceita como isso funciona tão bem não é mesmo?

      • Meu caro, acredite no que vc quiser… Jah fiz minha parte informando o que eu vi. Jah vi muita sujeira dentro da igreja. E sei de muita coisa que abalaria a fe de qualqquer pessoa na sua igreja. Portanto, acredite, critique, ofenda, mas nada disso vai mudar a realidade que a sua igreja oculta dos membros abaixo da alta hierarquia da sua igreja.

      • Leonardo disse:

        rasta,
        Conheci o Jean em 2007, quando eu servia como Bispo da Ala Petrópolis – RJ, e ele realmente era o Coordenador Financeiro do Templo de Campinas naquela época.

      • Leonardo A. A. de Souza disse:

        Posso afirmar que quando conheci o Jean Martinelli em 2007, aproximadamente, ele era o Coordenador Financeiro do Templo de Campinas e eu, naquela época era o Bispo da ala Petrópolis – RJ.

      • Ana Paula disse:

        Se a igreja que você frequenta agora é tão boa você deveria empreender seu tempo falando sobre ela e divulgando-a, não PERDER seu tempo falando de uma igreja na qual você não acredita.

        Abraços

    • mormon disse:

      O propósito do evangelho não é resolver o problema da pobreza do mundo. 1) Mas sim, salvar as almas das pessoas através da obediência aos mandamentos de Deus.
      2) A África é responsável por sua administração eles tem um governo, eles trabalham, eles estudam eles prosperam da sua maneira.
      3) O trabalhador é digno do seu salário.
      4) A igreja ajuda no combate a fome na África com milhões de dolares! É incrível que você não saiba e não conheça os investimentos que a igreja tem em ajuda caridade etc…
      5) Esta igreja fez mais pela salvação e bem estar da humanidade e principalmente da África do que muitos fizeram ou irão fazer em suas vidas.

      6) Os Apóstolos são chamados por Deus.

      7) O dizimo pertence a Deus ele faz com ele o que bem entender.
      8) Quem paga o dizimo é abençoado! tenho testemunho pessoal disso.
      9) Enviar dinheiro para todos que estão carentes não é a solução do problema. Os problemas da África são muito maiores do que apenas $$$$$.

      10) Não julgue o que não conhece!

      • Jorge Linhaça disse:

        Realmente a falta de conhecimento é algo grave. A igreja não se limita a dar “esmolas” e valores em dinheiro, propicia maneiras de as pessoas se tornarem auto-suficientes, inclusive com implantação de sistemas de irrigação. Não basta dar apenas o peixe é preciso ensinar o homem a pescar. Seria interessante conhecer os membros dizimistas da África e saber deles qual o seu progresso nos últimos anos.

      • naay disse:

        concordo

    • penaltygoal disse:

      Vivem mesmo. Eu moro em Utah e sei. Existem uma elite (embora sejam pessoas boas) no topo da igreja. Todos vivem bem dentro ou fora. Sao bem sucedidos. Nao tem pobre no topo da lideranca ou gente sem nivel universitario ou com diploma de ARTES. Hoje em dia, dinheiro e associado com bencaoes. So na epoca de Jesus ele nao construiu shopping center de US$3BILHOES do outro lado do templo ou teve seu templo cercado de escritorios de advocacia grandes e grandes bancos como eu vejo aqui em SLC.

    • leonildo disse:

      caro amigo se você conhecesse o que esses homens e a igreja fazem e já fizeram por aquele povo,se envergonharia de dizer essas coisas não há organização no mundo que possa se compara aos programas de bem estar de todo o mundo pois a igreja é a primeira a chegar em qualquer catástrofe natural que venha a acontecer em qualquer parte do mundo,mas não a divulgamos como a maioria das religiões pois não é esse o nosso propósito.se vc conhecesse apenas a cruz vermelha saberia que ele é auxiliada pela própria igreja em tudo que precisam,quando digo tudo é tudo mesmo.essa parceria entre a igreja e a cruz vermelha são de longa datas.

    • disse:

      Geovanni antes de julgar a vida de um SUD experimenta estudar primeiro,por que já foi dito lá em cima(se quiser voltar e lê) que todos os membros que moram em Alphaville constrói suas casas (ou mansões) com seu próprio dinheiro.Todos os líderes SUD tem por obrigação trabalhar e ter seu próprio sustento,quer ter boa vida então soe. Digo isso por experiência própria.Meus pais são pobres,as únicas coisas que o meu pai conseguiu sendo líder,foram bênção,nunca me faltou o pão de cada dia.E acima de tudo eles sempre me falaram ,que se um dia eu quisesse crescer na vida,eu teria que estudar e trabalhar,trabalhar muito.Se alguns líderes moram em Alphaville,tem jatinho de luxo e etc. Não foi com o dinheiro da igreja,foi com o seu próprio suor.
      Da próxima vez que for julgar a vida dos outros,procura estudar tudo direitinho,pra não falar merda!
      [Procura a reportagem da igreja SUD sobre caridade na Band] Cuidado pra não cair com a cara no chão ;D #Ficaadica

  5. Marcelo Silva disse:

    >casas no padrão daquelas em Alphaville (com piscinas e tudo mais),

    Presidentes de Missão costumam morar em boas casas, mas não conheço nenhuma casa de presidente de Missão em algum condomínio fechado. Pelo que sei apóstolos e profetas moram em “flats, apart-hotéis”, não em casas.

    > jatinhos
    Pelo que sei apenas a 1a presidência viaja de jato particular, mas esse jato não é da Igreja, é do irmão Huntsman, um bilionário SUD que cede seu jato particular à 1a Presidência da Igreja.

    >hospedagem em hotéis de luxo,
    Bom, todos os hotéis são padrão profissional. Antigamente eles se hospedavam nas casas dos membros, hoje estes custos são cobertos pelos dividendos dos investimentos da Igreja.

    > seguranças particulares (…)
    Que eu saiba somente o profeta tem segurança particular, os apóstolos que visitaram minha Missão não vinham com segurança.

    Creio que devêssemos fazer uma distinção aqui para as autoridades gerais que recebem seus estipêndios, dos Presidentes de Missão e missionários e dos próprios empregados da Igreja. Eu conheço bem como funciona esta distinção no Brasil e creio que nos USA deva ter uma segreção parecida.

    Empregados da Igreja: Pessoal dos escritórios da Igreja, SRE, etc. São assalariados, regidos pela CLT. Recebem 8% de FGTS, horas-extras, férias + 1/3, 13o salários, PLR, etc. Recolhem IR sobre fonte, INSS, contribuição sindical, etc.

    Apóstolos & Profetas (e autoridades gerais): São curadores do patrimônio da Igreja, recebem da Igreja um estipêndio, dividendos provenientes dos juros obtidos a partir da parte dos investimentos lucrativos da Igreja (os investimentos sem fins lucrativos não podem pagar dividendos). Seu regime geralmente não é o CLT, seria algo parecido com o regime estatutário do corpo dirigente da maioria das instituições e empresas no Brasil. Geralmente dirigentes estatutários recebem o que chamamos de pró-labore. No Brasil não há IR sobre estes rendimentos (nos USA há), pois já foram previamente taxados corporativamente. Não recolhem FGTS, não tem direito a 1/3 de férias, nem 13o salário e nem a hora-extra. Recolhem INSS (conta tempo para previdência).

    Presidentes de Missão, Presidência de Templos, missionários (proselitismo e templos): Não possuem relação trabalhista (nem CLT, nem estatutária). São voluntários a serviço da Igreja, os quais a Igreja aloca em suas propriedades (casas e apartamentos) e recebem o seus “living allowances”, que são as despesas de custo. Como não há vínculo trabalhista, não recolhem FGTS nem INSS (não conta tempo de aposentadoria). Creio que a preocupação da Igreja em não chamar de salários é exatamente para evitar qualquer desconforto com a fiscalização, se um presidente de missão disser para um fiscal que recebe um salário X, a 1a coisa que um fiscal irá pensar é: Mas cadê todos os encargos sociais sobre seu salário!? Até explicar que focinho de porco não é tomada (o seu serviço é voluntário, não trabalhista), uma fiscalização desnecessária pode ser aberta para averiguar uma eventual suspeita de fraude ou evasão de impostos e contribuições sociais trabalhistas.

    Bye!

    • Pedro Soares disse:

      Como na maioria das vezes, muito bem Marcelo.

    • > Presidentes de Missão costumam morar em boas casas, mas não conheço nenhuma casa de presidente de Missão em algum condomínio fechado. Pelo que sei apóstolos e profetas moram em “flats, apart-hotéis”, não em casas.

      Primeiro, eu não estava falando de presidente de missão aqui, segundo, não tem nenhuma diferença entre uma casa em Alphaville e um “flats, apart-hotéis” (que no mínimo deve ser de luxo também) para quem não tem nem o que comer na África por exemplo.

      > Pelo que sei apenas a 1a presidência viaja de jato particular, mas esse jato não é da Igreja, é do irmão Huntsman, um bilionário SUD que cede seu jato particular à 1a Presidência da Igreja.

      Enquanto a primeira presidência viaja de jatinho particular “cedido por um bilionário”, a maioria dos membros da igreja andam a pé e de ônibus; e os pobres dos missionários de bicicleta velha! Bonito heim?

      > Bom, todos os hotéis são padrão profissional. Antigamente eles se hospedavam nas casas dos membros, hoje estes custos são cobertos pelos dividendos dos investimentos da Igreja.

      E que investimentos heim? Investimentos esses que favorecem apenas a elite da igreja.

      > Que eu saiba somente o profeta tem segurança particular, os apóstolos que visitaram minha Missão não vinham com segurança.

      Para mim isso também não faz nenhuma diferença, o xis da questão aqui é o presidente da igreja viver como Rei, enquanto crianças morrem de fome no mundo.

      Quanto às distinções

      > Empregados da Igreja
      Concordo em partes que eles devem ser assalariados, porque tem alguns aí que ganham muito e não fazem nada. E esse salário vem de quem? Da onde?

      > Presidentes de Missão, Presidência de Templos, missionários (proselitismo e templos)
      O xis da questão aqui é, porque somente os presidentes de missão ganham uma “ajuda de custo” farta, e os pobres dos missionários não? Você não acha injusto? Será mesmo que esse dinheiro não vem do dizimo? Façam-se os relatórios financeiros para tirar as dúvidas, a igreja tem medo do que?

      > Apóstolos & Profetas (e autoridades gerais)
      Independente de como esses aí ganham seus “salários”, eu não concordo. Não concordo porque primeiro, por eles gastarem bilhões de dólares em shoppings, empresas… e por não serem transparentes quanto aos relatórios financeiros (de novo eu pergunto: “estão com medo do que?”) e segundo, por viver como reis e rainhas, príncipes e princesas (com suas esposas, filhos e netos) enquanto crianças morrem de fome na África. Um bom exemplo a ser seguido pelos representantes de Cristo na terra não acha?

      • Pedro Soares disse:

        Giovanni, me desculpe amigo, se eu não me engano, a maioria dos membros da primeira presidência que andam e que andaram de jatinho, foram micionários, que andaram de bicicletas(se é que na época haviam bicicletas), e pior, andaram de pé, no sol quente etc. etc. O seu texto, dá entender que os membros da primeira presidência não eram membros comuns, e que não sofreram pelo evangelho como os demais. Agora, ficaria difícil ver os “velhinhos” da primeira presidência indo de país em país de bicicletas ou de pé, sendo assim, a comparação é meio sem sentido. Creio também que os membros no geral, não são responsáveis pela igreja como um todo, e que precisam viajar para cuidar dos assuntos da igreja, sendo assim, por que todos os membros precisariam de jatinho cedido por um bilionário SUD?

        Também, não vejo motivos para que todos os membros sejam beneficiados pelos investimentos da igreja que custeiam as hospedagens da liderança geral, pois, os membros de modo geral não andam viajando cuidando dos assuntos da igreja em todo mundo. então, até agora também não entendo a comparação.

        Acho que a questão dos presidentes de missão, na verdade, creio que a maioria deles também foram pobres missionários, a diferença é que os pobres missionários são mais de 50 mil jovens, e os presidentes de missão são pessoas que já passaram por isso e que hoje possuem mais idade e que já precisam do sustento das suas famílias. Então, também não tem como comparar.

        Sobre o shopping, não vejo como gasto, na verdade, foram investimentos. Também, creio que eles vivem longe de serem como reis e rainhas.

      • Pedro, sem prolongar muito, vou direto ao ponto.

        Para mim, é injustificável uma igreja investir mais em um shopping do que em CARIDADE, então, o City Creek Center foi um dos maiores erros que esta igreja já cometeu. Vamos supor que esse dinheiro investido no shopping não tenha vindo do dizimo, vamos supor que tenha vindo somente das empresas da igreja, com isso, vem as perguntas: Essas empresas está no nome de quem? Quem são os presidentes e diretores dessas empresas? Qual o valor dessas empresas? Qual o salário dos presidentes e diretores dessas empresas? Com qual dinheiro foi construído essas empresas (desde o inicio delas)? A quem pertence essas empresas?… (?)

        São tantas perguntas que não caberiam nesta página, e principalmente, muitas delas ficariam sem respostas sem a transparência da liderança. Mas dá para se ter uma noção de: INVESTIMENTOS, FORTUNAS, VALORES, etc, se pensarmos um pouco.

      • Pedro Soares disse:

        Giovanni, novamente eu não entendo, como se pode gastar mais em ajuda humanitária do que em investimentos, não vejo lógica nesse seu raciocínio, creio que nenhum empresário veria. Mas, respeito sua opinião.

        Verdade, não temos todas as respostas. rs

        opa, mais uma mensagem… rs

      • Adriana disse:

        O que eu não vejo é onde está o monstro por trás desse shopping. Investir em negócios para gerar mais recursos se aplica em qual pecado mesmo? A Igreja deveria então excomungar os empresários donos de grandes negócios que usam seu dinheiro como bem querem? Se pesquisar a história desde o início saberá que Salt Lake já foi um deserto no passado, e hoje é o que é graças a industriosidade dos membros que lá chegaram primeiro.
        Caso não seja do seu conhecimento, amigo Giovanni, a Igreja disponibiliza de recursos financeiros para ajudar seus membros fiéis, e não membros também, de variadas formas, em suas necessidades imediatas, educacionais, profissionais, mas principalmente espiritual, que é o mais importante.
        Muitas vezes, é graças a ajuda desses empresários, que fazem generosas doações, que a Igreja encontra recursos para investir em tecnologia para o trabalho de Genealogia e História da Família (que é muito sagrado para nós), no Trabalho Missionário (que milagrosamente multiplicou a demanda de voluntários), Ajuda Humanitária de toda espécie, fundos de empréstimos educacionais, centros de auxílio de bem estar e emprego, tudo isso no mundo inteiro.
        A Igreja não tem só um shopping amigo, mas também plantações e fábricas de alimentos e produtos de primeiras necessidades de onde saem os socorros em toneladas, já disponíveis para qualquer emergência e catástrofes naturais em todo o mundo, bem como o serviço logístico para que esta ajuda chegue no destino. Será que é pouco pra você? Será que você ao menos sabia disso? E se sabia, achou mesmo que isso tudo é fruto de mágica? Então por que está se descabelando por causa de um shopping?

        Pare pra pensar antes de criticar. Aliás, criticar é muito, muuuuuuito fácil.

      • Silvano disse:

        Olá ,Giovanni, com todo o respeito faço comentário de sua manifestação, não se ofenda, não é pessoal e não tem intento algum de agredir.

        Seus argumentos são muito genéricos, superficiais e sem cunho algum de pesquisa, fonte ou referência credenciada.
        Qualquer leitor com razoável bom senso de interpretação verá que você só quer chamar atenção com “bordões” polêmicos tipo “fome na África”. É muito fácil acusar grupos, instituições, governos e pessoas eminentes de sonegar suas responsabilidades sociais, filantrópicas e altruístas quando muitos – possivelmente até você – individualmente falando, não fazem algum esforço pra contribuir de alguma forma para as necessidades humanitárias mais próximas de si mesmos. Por fim, não há coerência alguma em fazer analogia entre os infelizes irmãos africanos (sócio-financeiramente falando ) e a confortável vida levada pelos líderes suds, já que não há nenhuma solidez em suas afirmações, dando se conta que não está nem um pouco informado das ações humanitárias de ajuda que a IGREJA oferece a todo o mundo, especialmente aonde há catástrofes e à África. Grato, despeço – me aqui!

      • Fabio disse:

        concordo com tudo que falou, Mas ha um certo desconforto a respeito da Igreja usar apenas 2% do que recebe em servicos humanitarios quando que muitas outras Igrejas gastam muito mais em servicos humanitarios, talvez seja isso que o Irmao Giovani tenha em mente quando fez seu comentario. Quanto ao fato de a Igreja investir obviamente faz sentido afinal ela esta sendo sabia com os recursos que tem, na verdade essa cultura do Brasileiro de associar riqueza com pecado e muito comum, muitos acreditam que para ser humilde tem que ser pobre o que nao esta em harmonia com o Evangelho, o Senhor sempre fez prosperar aqueles que nele confiam o problema tem sempre sido que quando em prosperidade se desviam do seu caminho tanto individuos como povos e principalmente sua Igreja.

      • Jorge Linhaça disse:

        Giovanni, tua fixação pela África é tocante, no entanto permita-me perguntar…o que vc especificamente tem feito para impedir que criancinhas morram de fome na África? E no Brasil? Sabia que no sertão muitos morrem de fome? E que mesmo nas cidades grandes há quem viva em condições precárias? Agora pergunto, resolver tudo isso é uma função da Igreja? Respondo; Sim é…modificando a vida das pessoas, tirando-as da zona de conforto e da acomodação com as esmolas ou tirando delas o conceito de coitadinhos.
        Todos os homens tem direito às bençãos de Deus e a uma vida próspera, depende de cada um. Deus não obriga ninguém a segui-lo, apenas indica o caminho correto.

      • Giovanni Israel Machado disse:

        Jorge Linhaça,

        eu não iria responder sua pergunta por se tratar de uma falácia:

        > o que vc especificamente tem feito para impedir que criancinhas morram de fome na África?
        Mas vou responde-la só para mostrar o quão inútil é seu argumento. Você me ataca usando a falacia da: Inversão do ônus da prova; ou seja, você transfere toda a responsabilidade para mim, sendo que na realidade a responsabilidade maior é da igreja, que, financeiramente tem bem mais condições de ajudar o próximo do que eu. Mas não, prefere investir mais nas riquezas do mundo do que com os necessitados e aflitos.

        >E no Brasil? Sabia que no sertão muitos morrem de fome?
        Sim, sabia. Só que citei a África por ter os países mais miseráveis e que sofrem mais com a fome no mundo, só isso.

        >resolver tudo isso é uma função da Igreja?
        Sim, em grande parte sim. Pois quando os governantes não o fazem, cabe a igreja de Cristo fazer. Mas que faça direito e de coração.

        Sem mais, Giovanni.

    • penaltygoal disse:

      Papo furado cheio de desculpas. Eles unem o util ao agradavel. Jato do Huntsman. Que conveniente. Dai nao precisa colocar um a servico de Igreja. ne?

    • Gleuton França disse:

      Comentário muito esclarecedor diante de toda discussão posta!!! Creio que depois desse post, falar em quanto recebe um líder é como repetir argumento nulo.

    • Rogerio Candido disse:

      Cristo demonstrava sua inteligência através das suas atitudes, quando devolvia as questões feitas pelos fariseus com uma outra pergunta, para fazê-los pensar. Por várias vezes nas escrituras bíblicas podemos perceber as intervenções de Cristo aos ignorantes na fé. Ele é um Deus, um ser especial em excelência e não se rebaixava para o mais graduado ser da época. Cristo não pactuava com nenhuma religião da época, pois Ele era a verdade. Se era um homem tão inteligente, e fazia primeiro para depois ensinar, qual seria a atitude dele no mundo moderno como hoje? Ele quer que seus seguidores sejam melhores possíveis, em todas as áreas do conhecimento. Portanto para uma pessoa liderar, precisa ser profundo conhecedor de todas as áreas. Todos os Apóstolos SUD buscaram qualificação tanto secular quanto espiritual. Eles consagraram suas vidas e para chegarem onde estão demonstraram seu exemplo sendo generosos em suas doações. Assim é como age a Igreja de Cristo na terra hoje. Você quer conhecer o caráter de um homem, mexa no bolso dele. Conheço membros da Igreja SUD altamente consagrados. Um sr chamado Mike Murray que já foi braço direito do Bill Gates na Microsoft é hoje um dos maiores doadores para o Fundo Perpétuo de Educação que auxilia membros da Igreja nos países emergentes a terem uma bolsa integral para estudarem e se profissionalizarem. Ele viaja o mundo somente assinando cheques para ajudar diversas instituições. o Elder Godoy, conselheiro na Presidencia da Area da Igreja SUD no Brasil, era um empresário altamente bem sucedido no mundo coorporativo. Ao receber seu chamado como Setenta, abandonou sua empresa que lhe garantia uma vida altamente estável e de sucesso, para se dedicar no trabalho do Senhor em troca de apenas “ajudas de custos”. Ele mora em sua própria casa próximo a Alphaville que construiu com o suor do seu rosto depois de muito estudo e preparação para ter sucesso na vida. Então meus amigos eu lhes garanto que os líderes que estão no topo da Igreja SUD hoje, estão lá porque sacrificaram todo e qualquer luxo fora. Eles estudaram, se desenvolveram, ficaram ricos e depois disso tiveram que abondonar todas essas coisas para servirem ao seu próximo. Nos estados unidos é comum ver casas bonitas e aconchegantes como as de Alphaville. Nós Brasileiros, infelizmente não estamos acostumados a aceitar uma coisa assim porque o que vemos é favelas e pobreza por todo lado em virtude da corrupção que assola nosso país. Imagine se nosso congresso fosse conduzido por um Presidente, dois conselheiros e doze ministros com um imposto único de 10%. Esses 10% de imposto único fosse multiplicado para atender as necessidades do povo, sem mais nenhum tributo. O governo da Igreja SUD é o modelo estabelecido por Cristo quando exortou em Malaquias “Trazei todos os dízimos a casa do tesouro para que haja mantimento em minha casa. No milênio viveremos uma Teocracia, onde o próprio Salvador nos Governará. Posso imaginar que o seu modelo de Governo seja este. 1 Presidente com Doze Ministros e não haverá pobres tanto de espírito, quanto em matéria.

      • Débora Matos disse:

        Linda sua resposta Rogerio, pude sentir o Espirito Santo confirmar suas palavras, porque sera que é tao dificil compreender Cristo!! Essa Igreja é perfeita em todas as coisas e se ha algo que esta errado, com certeza foi um erro humano que logo é corrigido. E tao bom saber que nao precisamos provar nada disso a ninguem , porque Ele o faz! Obrigada de coraçao

  6. bezerril disse:

    É culpa dos profetas e apóstolos a fome na África? As doenças? A miséria? As calamidades Financeiras? ou mesmo a situação economica dos demais membros da igreja? Não,não é e nunca será, porque fazem bem o seu trabalho de ensinar a autosuficiência,do viver previdente, do armazenamento,do viver em retidão,da ajuda humanitária poderia discorrer aqui por linhas e linhas sobre seus ensinamentos.

    [Editado e moderado de acordo com a Política de Comentários]

    • Bezerril,

      Onde no meu post eu culpei os profetas e apóstolos pelas mazelas na África?

      O que eu quis explanar aqui meu amigo, é que muito dos problemas na África poderiam ser amenizados e/ou até mesmo evitados se os oráculos de Deus não gastassem tanto com:

      - salários exorbitantes para si mesmos e demais autoridades gerais;
      - ajudas de custo elevadíssimas para presidentes de missão;
      - shopping luxuoso de 5 bilhões de dólares
      - empresas multibilionárias em nome da igreja

      O que me dá mais pavor nesses números, é o fato de a igreja gastar pouco mais de 1 bilhão em ajuda humanitária (em 25 anos), e gastar 5 BILHÕES DE DÓLARES EM UM SHOPPING (em apenas 6 anos) e de frente para a Casa de Deus !!!

      Pergunto: Será que Cristo agiria assim? Acredito piamente que não.

      Dá até a impressão de que a igreja está se distanciando do verdadeiro cristianismo, aquele ensinado na igreja primitiva. E o próprio Livro de Mórmon dá-nos a entender e pensar assim. É lamentável!

      • Pedro Soares disse:

        Giovanni, creio que existe um erro grave em seu pensamento, pois, a igreja não gastou 5 bilhoes no Shopping, mas, investiu 5 bilhoes, e como todo investimentos, se espera lucrar com eles, investimentos servem para justamente manter o padrão ou melhorar os lucros, assim, fica mais fácil a igreja gastar com ajudas humanitários como no caso, 1 bilhão. Se não houvessem os investimentos, não haveria saúde financeira para continuar as doações humanitárias.

      • Giovanni Israel Machado disse:

        Não Pedro, não é este o caso, pelo menos no shopping não, pois ele não vai gerar lucro para a igreja. Então, inverte-se a situação, é você que está errado gravemente em seu pensamento.

        Repito, o City Creek Center foi um dos maiores erros que esta igreja já cometeu. Esse dinheiro daria para ser investido em outras coisas bem mais importantes, ex: faculdades, escolas, asilos, hospitais, ongs sem fins lucrativos (de novo, com devida atenção para a África e outros lugares pobres), melhores condições para os missionários, para os membros, etc, etc, e etc.

      • Pedro Soares disse:

        Quem te disse que Shopping não vai gerar lucro para igreja? Não digo que não possa haver tal coisa, mas, a tentativa foi investir e como todo investimento existem os riscos, agora, não se pode comparar investimentos com gastos, como ajuda humanitária, não tem como ser o mesmo valor, pois, é através dos investimentos que se pode ter a saúde necessária para que assim possam haver as ajudas humanitárias.

        Creio que vc pode está certo, ou não, acredito que quem autorizou o investimento acreditava que seria a melhor opção.

        [Editado e moderado de acordo com a Política de Comentários]

      • penaltygoal disse:

        City Creek foi um projeto imbecil de alguem que convenceu as AG a assinarem essa grande perda de dinheiro para abrigar lojas que 90% dos membros em Utah nao tem condicoes de comprar. Eu sei. Moro aqui e fui la varias vezes. So loja para rico. Busque no Google e confira. Apostasia. 1,2,3 Vamos Fazer compras, disse o Profeta no dia da inauguracao. Que babaquice.

  7. Prezado bezerril,

    O fato é que existe uma forte disparidade dentro da igreja SUD, onde missionários de tempo integral passam por muitas dificuldades, e presidentes de missão vivem na mordomia exagerada por ajudas de custos que poderiam ser mais modestas. A autoridades Gerais ficam em flats e Hoteis de luxo por acharem mais seguros, mas por exemplo em minha Igreja ( IRJCSUD), o profeta fica na casa dos membros hospedado. São algumas atitudes e fazem muita diferença.

    Isso não vai acabar com a fome na Africa, mas se a igreja economiza-se mais em vez de pagar altos salarios e altas ajudas de custos, essa economia poderia ser revertida para as fazendas da igreja que poderiam produzir mais alimentos e assim auxiliar os famintos do mundo e da Africa tbm.

    • Pedro Soares disse:

      Presb. Jean C. Martinelli, não se pode comparar a IRJCSUD com a SUD, creio que na época em que a igreja tinha o número de membros da IRJCSUD, e a visibilidade era tão baixa como a IRJCSUD, creio que o presidente da igreja também ficava na cada dos irmãos.

      • Hoje ambas as igrejas tem projeção internacional, e a IRJCSUD esta presente em mais de 75 paises, e ainda assim nossos apostolos, Profeta, primeira presidencia, ainda ficam nas casas de membros,e em raros casos em hoteis mais simples porém confortáveis…e não possuem seguranças… MAs o problema aqui exposto é o exagero de gastos que a igreja SUD tem com Presidentes de Missao, Autoridades Gerais e outros….Gastos que poderiam ser mais modestos e e não sao.

      • Pedro Soares disse:

        Não disse que a IRJCSUD não possui projeção internacional, o que eu disse que não se pode comparar o tamanho da SUD em relação a IRJCSUD, ou pode? Quando a SUD estava no tamanho da IRJCSUD, onde as autoridades de hospedavam?

        [Editado e moderado de acordo com a Política de Comentários]

      • Não estou aqui para comparar tanho de igrejas,mesmo sabendo que a minha é a segunda maior igreja oriunda do movimento da restauração, (IRJCSUD), e tbm sabendo que a IRJCSUD tbm tem Universidades, fazendas, e Entidade própria para Emergências Globais, basicamente tem a mesma estrutura da igreja SUD, apenas tem um menor numero de membros pois ainda nao esta espalhada pelo planeta todo, mas estando em 75 paises, e tendo o Haiti e Honduras com praticamente 1 em cada 5 habitantes sendo membro da IRJCSUD, eu creio que não tem diferenças significativas entre as duas para que justifique presidentes de missao, templo e Autoridades Gerais da Igreja LDS receberem ajudas de custo no minimo exageradas. Mais uma vez declaro que o que não concordo é o exagero gasto com esses líderes, coisa que na IRJCSUD eu vejo mais humildade e gastos mais humildes,não por não ter dinheiro, mas por ser o justo.

      • marcos disse:

        “…eu creio que não tem diferenças significativas entre as duas…” No aspecto doutrinário tem muitas diferenças, por exemplo as obras vicárias do templo das quais você já participou. A propósito, como posso saber mais sobre a Comunidade de Cristo sem ser pelo site oficial?

      • Apenas queria lembrar, que a Igreja Católica é a segunda maior do Planeta, e seu PAPA Francisco abriu mão das regalias e mordomias, veio em voo comercial para o Brasil, não usou carro brindado, não usa as roupas pomposas do papa anterior, não está hospedado em Hotel 5 estrelas, e é o Presidente de um pequeno país chamado vaticano. Vendo desta forma, eu realmente acho cabível que o Profeta Mórmon e seus 12 apóstolos se espelhassem nesse grande exemplo de humildade do PAPA francisco, em vez de agirem como chefes de estado. São religiosos e deveriam se espelhar no exemplo humilde de Cristo.

      • Fabio disse:

        O fato do Papa cortar custos foi pura publicidade devido ao fato de a Igreja Catolica estar sobre pressao por causa de gastos abusivos. A Igreja Catolica tampouco faz nada para ajudar os paises pobres, Nao estou defendendo nenhuma igreja ou julgando outras creio que no devido tempo todas igrejas serao purificadas de toda sujeira e corrupcao e se tornarao uma so e sera chamada a Igreja do cordeiro.

    • penaltygoal disse:

      Nao esqueca do Hotel no Havaii que custou milhoes…busca no Google.

  8. CESAR disse:

    Isto é muito sério. Então a Igreja está pagando SALÁRIOS ELEVADOS AOS 12 , 70 …. E isto é VITALÍCIO.
    NO MÍNIMO ABSURDO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    • Nao meu caro nao e absurdo, pois ate a igreja catolica faz isso, e eu nao tiro a razao, pois eles precisam se sustentar e viver 100% para a igreja, mas o que eu realmente acho absurdo eh praticamente a vida de reis e rainhas proporcionados pela igreja SUD PARA COM SUAS AUTORIDADES GERAIS, no que a meu ver eh um grande exagero e desperdicio de dinheiro, pois a maioria das autoridades gerais sao ricos empresarios, todos plenamente auto-suficientes e poderiam arcar do proprio bolso com tudo, pois eles tem dinheiro de sobra. E ISSO SIM EH UM ABSURDO. Mas quanto a igreja SUD remunerar seu clero e lideres eu acho perfeitamente normal, pois eles precisam dedicar todo seu tempo aos seus chamados, porem a igreja poderia ajudar apenas os lideres quue precisassem mesmo, ou apenas disponibilizar uma ajuda de custo dentro dos limites da razao e bom senso, e puublicar isso para seus membros, pois se ate a maçonaria que eh uma ordem tao discreta publica. Seus relatorios com muita transparencia, pq a Igreja SUD esconde tanto esses valores e fatos…???

    • penaltygoal disse:

      Em terra de cego quem tem olho e rei. Piramide. Todo o dinheiro sobre para o topo e embaixo todo mundo trabalha de graca. Deveria ser ao contrario, nao?

  9. mormon disse:

    Entendo que está é a igreja de Cristo que os profetas são verdadeiros. E quem persegue a igreja persegue a Cristo e será condenado e perderá sua exaltação! E estará perseguindo Joseph. É isso que faremos? Perseguir Joseph? Pois ele ainda retem todas as chaves do sacedócio pensem nisso….

    • Não meu caro, ninguém aqui está perseguindo a igreja, mas a mesma é feita por homens, e a Bíblia diz em seu versículo central, “Ai do homem que põe sua confiança no homem…”, apenas lidamos com pessoas, por mais dignas que vc e eu achemos que elas são, elas podem errar, podem se deixar levar pela cobiça, avareza, assim como o Apostolo Judas, assim como CAIM, assim como muitos outros líderes que pisaram na bola, isso nao desmerece a DOUTRINA DA IGREJA, e nem a igreja como instituição em si, mas desmerece alguns líderes quando estes usam seus direitos e prerrogativas de líderes para ganhos além do que Jesus Cristo aceitaria receber, o próprio Cristo dormia sua cabeça numa pedra, e vejo alguns lideres, como o Carlos Martins Wizard, que bancaram sua própria missão, sem receber nenhum tostão da igreja, esse tipo de líder que eu digo que segue o exemplo de Cristo… Por isso, se eu fosse apostolo, me sentiria envergonhado de usar recursos da igreja, tendo recursos próprios para tal, sendo a maioria das autoridades gerais ricos empresários, e médicos, e aposentados…

      • penaltygoal disse:

        Falou e disse. Tem gente que quer botar medo nas pessoas quando comecam a faze perguntas. Inquisicao?

      • antonio schimaneski junior disse:

        eu compartilho do mesmo pesamento do irmao martinelli
        sou voluntario na minha ala, o bispado sempre se preocupou em verificar a minha necessidade de ajuda de custo, mas a retribuiçao q desejo não é financeira, mas espiritual, sei q o Senhor é fiel, assim como sei q o dizimo eh um mandamento fantastico, e causa provação em todos os niveis, e em todas os degraus hierárquicos, acho que o bom senso deve ser um principio exercido no dia a dia.
        discordo do irmao defensor da Africa
        tenho 3 empresas, e se todos os investimentos q eu realizo fossem revertidos em ajuda aos necessitados, eu estaria julgando uma situação a curto prazo, que realmente traria bons resultados imediatos aos aflitos, agora, corporativamente, qualquer administrador de sã consciencia estabelece metas de medio a londo prazo, onde o retorno do investimento justifica o capital injetado. Eu tenho renda variável, tem mes q nao tenho margem de lucro e tem mes que lucro 50 mil reais e tem mes q tenho prejuízo, os altos e baixos fazem parte de uma oscilação calculada, onde também estão presentes os riscos. mas como a organização da ISUD é composta por um conglomerado de empresas, visando maximizar a entrada de valores, pode-se também elevar a aposta e arriscar lucros mais altos. Eu não julgo a utilização dos recursos, prefiro devolver o dizimo do senhor e ao Senhor seja dado a julgar.
        um grande abraço fraterno a todos

    • penaltygoal disse:

      Lavagem cerebral hein? Condenado? Perder exaltacao? E provas disso?

  10. bezerril disse:

    Discordo de você Giovanni e Presb.Jean, quando dizem que os problemas seriam “amenizados” se a Igreja disponibiliza-se mais do dinheiro arrecadado para ajuda humanitária,ações sociais,fazendas e produção alimenticía,a responsabilidade no que diz respeito a diferenças sociais, fome,miséria,morte etc,etc, que ocorrem na África ou qualquer parte do mundo é dos governos e seus dirigentes e recairá sobre eles a culpa por tais incidentes, a igreja faz o que pode para ajudar estes, quanto as autoridades gerais receberem para atuar em seus chamados, 24 horas por dias todos os dias, na minha opnião está certo, infelizmente não te convencerei e não convencerei à ninguém de que é certo, apenas me resta dizer que é certo, que não é absurdo e que não está em desconformidade com o que acreditamos.

Deixe um comentário abaixo:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s